Juiz marca pênalti para o Palmeiras, volta atrás e revolta jogadores

Danilo Lavieri e José Eduardo Martins

Do UOL, em São Paulo

Um lance extremamente polêmico marcou o segundo tempo do clássico entre Palmeiras e Corinthians neste domingo (8), no Allianz Parque. Aos 26min, com o placar em 1 a 0 a favor do time alvinegro, o árbitro Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza marcou um pênalti de Ralf em cima de Dudu. Em seguida, porém, voltou atrás e assinalou apenas escanteio, revoltando os jogadores alviverdes.

Foram quase dez minutos de jogo parado até o árbitro enfim tomar uma decisão sobre o lance. Logo após marcar o pênalti, o juiz foi cercado por corintianos que reclamaram bastante de sua decisão. Depois de oito minutos, Marcelo Aparecido desistiu da marcação após consulta ao quarto árbitro e deu apenas escanteio para o Palmeiras, entendendo que Ralf acertou a bola, e não Dudu.

Com a nova marcação, foi a vez de os jogadores do Palmeiras se revoltarem. A torcida presente no estádio passou a entoar gritos de 'vergonha'.

Vale lembrar que, com vitória simples do Corinthians, o título paulista será decidido nos pênaltis. O jogo de ida, na Arena Corinthians, terminou com triunfo por 1 a 0 do Palmeiras.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos