Rodriguinho descarta transferência e diz querer renovar com o Corinthians

Danilo Lavieri e José Eduardo Martins

Do UOL, em São Paulo

Em alta no Corinthians, Rodriguinho nunca escondeu o sonho de fazer carreira na Europa. Porém, no momento, o jogador ainda quer continuar a sua história no Corinthians. Autor do gol na vitória por 1 a 0 sobre o Palmeiras, na final do Campeonato Paulista, neste domingo, no Allianz Parque, o meia brincou com a possibilidade de se transferir e falou até em renovar o contrato por mais cinco temporadas com o bicampeão estadual.

"Sou muito feliz aqui, desde que pisei aqui, e ganhando títulos melhor ainda. Estou muito tranquilo em relação a isso. Se aparecer oportunidade que seja muito boa para ambos, podemos sentar e pensar. Mas meu pensamento é primeiro de aproveitar a festa pelo título, porque merecemos. Estou muito feliz aqui. Não passa nem pela minha cabeça uma saída. Tenho contrato até o fim de 2019, então é sentar com o presidente para ver se a gente renova por mais um cinco anos aí", brincou o meia.

O jogador foi fundamental na conquista do título corintiano. Na semifinal, na Arena Corinthians, contra o São Paulo, ele fez o gol da vitória aos 47 minutos do segundo tempo. Já na decisão, ele abriu o placar logo nos primeiros instantes do confronto.

"Fico muito feliz por estar sendo decisivo em momento importante, como já foi na semifinal. Eu divido isso com meus companheiros, porque todo mundo tem seu momento de ser protagonista. Aqui é um grupo, todo mundo está preparado para aparecer, ser feliz e abençoado neste momento. Estou trabalhando mais ainda para que isso possa continuar. Só tenho a agradecer meus companheiros, porque não adianta fazer gol e tomar dois", disse o jogador.

Além da ajuda dos companheiros, o jogador também ressaltou a força da torcida.  Na sexta-feira, o público encheu as arquibancadas da Arena Corinthians para  apoiar a equipe.

"É incrível o que fizemos aqui agora. Depois do São Paulo, e da derrota para o Palmeiras, no dia seguinte já sabíamos que poderíamos fazer o nosso melhor trabalho, chegar aqui e sair com título. A gente falou que podíamos e tínhamos totais condições. A festa da torcida foi coisa de louco, que conseguiu passar toda sua energia para a gente. Veio no olho de cada um "aqui é Corinthians". Viemos para cá com uma energia incrível", destacou Rodriguinho.

O lateral direito Fagner estranhou o fato de jogar em um estádio apenas com palmeirenses. "Claro que é novidade para nós não ter a torcida, mas em todo momento pregamos respeito, agora vamos comemorar com nossos familiares, e depois vamos ter oportunidade de estar com os torcedores. É importante a gente comemorar entre nós para não ter confusão", disse Fagner.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos