Topo

Paulista - 2019


Santos dá show contra o Bragantino e segue 100% no Campeonato Paulista

Do UOL, em Santos (SP)

31/01/2019 21h06

No estado de São Paulo, quem dá bola é o Santos. O Peixe venceu mais uma no Campeonato Paulista na noite desta quinta-feira (31), aplicando 4 a 1 no Bragantino, dentro do estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista, pela quarta rodada do torneio.

O alvinegro praiano segue se destacando em todos os quesitos do estadual. É o único clube com 100% de aproveitamento dos pontos, possui o melhor ataque com 11 gols e ainda sofreu apenas um.

Com a vitória, o Santos segue mais líder do que nunca do Grupo A, com 12 pontos, contra cinco da Ponte Preta e do Red Bull Brasil, e apenas três do São Caetano.

Após "dia do fico", Derlis González volta a brilhar e é o melhor

O paraguaio Derlis González quase deixou o Santos no início do ano e perdeu até a primeira rodada do Paulistão, mas de lá pra cá o atacante brilhou. Foram três gols em três jogos e atuações de deixar qualquer zagueiro com pesadelos após enfrentá-lo. Contra o Bragantino, acertou a trave, marcou um gol, participou da jogada do terceiro e foi a principal válvula de escape do time

Pior do Santos, Arthur Gomes não aproveita oportunidade

O atacante Arthur Gomes não aproveitou a oportunidade de ser titular na vaga de Yeferson Soteldo, poupado. Ele já havia ido mal no jogo diante da Ferroviária atuando pela ponta, mas ganhou nova oportunidade como "falso atacante" como definiu Sampaoli, e novamente não foi bem. Sofreu o pênalti no início do segundo tempo, mas só. Acabou substituído por Soteldo.

Mais um Menino da Vila estreia

O volante Sandry, de apenas 16 anos, estreou no time profissional do Santos. Ele foi convidado pelo técnico Jorge Sampaoli para fazer parte da equipe de "sparrings" do profissional, mas agradou tanto que ficou no time de cima. O atleta ainda tem contrato de formação e é tem características parecidas com o volante Thiago Maia, revelado pelo Peixe e hoje no Lille, da França.

Primeiro tempo gringo

O Santos demorou 27 minutos para se acertar em campo com a nova formação, mas quando o fez, chegou com perigo. O paraguaio Derlis González infernizou a defesa do Bragantino: teve caneta, bola na trave após pegar cruzamento de primeira e até passe na medida para deixar Arthur Gomes em ótima condição e obrigar boa defesa de Alex Alves. Aos 37 min, porém, foi outro gringo quem decidiu: o zagueiro Gustavo Henrique arriscou um chute despretensioso do meio-campo, a bola explodiu no zagueiro e se ofereceu, na entrada da área, para Sánchez bater de esquerda e contar com o desvio na zaga para abrir o placar.

Divulgação/Santos FC
Imagem: Divulgação/Santos FC

Consagração paraguaia

Derlis González foi, ainda no primeiro tempo, recompensado por tantas chances criadas e repetiu a parceria de sucesso do clássico contra o São Paulo. Alison enfiou linda bola para o paraguaio que deu um toque fraquinho na bola para tirar do goleiro e fazer o segundo. E não ficou só nisso. Em contra-ataque rápido já nos acréscimos, Jean Mota inverteu a bola para Derlis que foi até o fundo e esperou a aproximação de Victor Ferraz. Já dentro da área, o capitão recebeu e ergueu na cabeça de quem começou a jogada: Jean Mota. Santos 3 a 0.

Divulgação/Santos
Imagem: Divulgação/Santos

Santos não diminui ritmo, mas vacila e sofre primeiro gol

O técnico Jorge Sampaoli não quer saber do placar: cobra o time em cima o tempo todo. Assim, o Peixe seguiu com o pé no acelerador. Logo aos 10 min do segundo tempo, Arthur Gomes foi derrubado dentro da área - pênalti, que Carlos Sánchez bateu com cavadinha para transformar a vitória em goleada. No entanto, quando a confiança está alta, às vezes ocorrem erros. Foi assim que o zagueiro Luiz Felipe, como último homem, tentou sair de Wesley, errou e deu o gol para o meia-atacante, que bateu rasteiro cruzado para vencer Vanderlei e forçar o camisa um a buscar a bola no fundo das redes pela primeira vez no Paulistão.

PVC elogia Santos em goleada sobre o Bragantino: "Melhor time do Paulista"

UOL Esporte

Ficha técnica
Bragantino 1 x 4 Santos

Local: Estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista (SP)
Data: 31 de janeiro de 2019 (quinta-feira)
Horário: 19h15 (de Brasília)
Arbitro: Lucas Canetto Bellote
Assistentes: Daniel Luis Marques e Daniel Paulo Ziolli
Cartões amarelos: Gustavo Henrique (SAN); Matheus Peixoto (BRG)
Gols: Carlos Sánchez, aos 37 do primeiro tempo e aos 10 minutos do segundo tempo (de pênalti); Derlis González aos 45 minutos do primeiro tempo e Jean Mota, aos 47 minutos do primeiro tempo; Wesley aos 17 minutos do segundo tempo

Bragantino: Alex Alves; Itaqui, Lázaro, Edimar e Léo Rigo; Acácio (Klauber), Magno, Rafael Chorão, Vitinho e Wesley; Matheus Peixoto
Técnico: Marcelo Veiga

Santos: Vanderlei; Victor Ferraz (Yuri), Felipe Aguiar, Luiz Felipe, Gustavo Henrique e Copete; Alison, Carlos Sánchez e Jean Mota; Derlis González (Sandry) e Arthur Gomes (Soteldo)
Técnico: Jorge Sampaoli.