Topo

Paulista - 2019


Lateral do São Paulo se inspira em Daniel Alves e luta por mais espaço

Igor Vinicius deve ser titular neste sábado e reencontrar seu último clube: a Ponte - Marcello Zambrana/AGIF
Igor Vinicius deve ser titular neste sábado e reencontrar seu último clube: a Ponte Imagem: Marcello Zambrana/AGIF

Bruno Grossi

Do UOL, em São Paulo

09/02/2019 04h00

O São Paulo dá uma pausa na missão Copa Libertadores da América e volta a pensar no Campeonato Paulista. Ainda que um time alternativo deva ser mandado a Campinas para enfrentar a Ponte Preta, o jogo das 19 horas deste sábado tem peso para quem ainda quer se afirmar no Tricolor. Caso de Igor Vinicius, lateral-direito que vai para a segunda partida como titular na temporada.

"Primeiro a gente conquista espaço nos treinos, trabalha forte todos os dias. Assim, uma hora a oportunidade vem. Como veio contra o São Bento, pode vir contra a Ponte. Tenho que estar preparado para desempenhar um bom papel. Esse é o segredo: procurar sempre evoluir", destacou o ala, em entrevista ao UOL Esporte.

Igor foi um dos destaques do triunfo sobre o São Bento no último domingo. Ganhou a maioria dos duelos individuais na partida, tanto no ataque como na defesa, e foi muito elogiado internamente. O estilo de jogo, segundo ele, é inspirado no astro Daniel Alves, do Paris Saint-Germain e da seleção brasileira, e será testado novamente no duelo com a Ponte, pela sexta rodada do Paulistão.

Siga o UOL Esporte no

"O Daniel Alves é um cara que procuro sempre observar quando joga, olho o posicionamento. Ele tem algumas coisas parecidas comigo, outras características são diferentes. Mas gosto muito da intensidade que ele põe na parte defensiva e ofensiva. É quem eu mais gosto de observar", elogiou.

O clima era de empolgação após ganhar do São Bento, só que no dia seguinte à boa atuação, o lateral ficou fora da lista de inscritos da Libertadores. Poderia ser um baque, mas o atleta de 21 anos assegura que segue motivado: ""A gente nunca fica feliz quando fica fora, mas o professor (André Jardine) conversou comigo, explicou a situação e super entendo o lado dele. Agora vou continuar trabalhando para ganhar mais a confiança dele e de todo mundo".

Confira outros trechos da entrevista com Igor Vinicius:

Como foi poder estrear como titular? Acredita ter sido o melhor em campo contra o São Bento?
Fiquei muito feliz pela estreia oficial pelo clube (já havia jogado 45 minutos na Florida Cup). É uma emoção muito grande. Fiz uma boa partida junto com todos os estreantes, meus companheiros. Desenvolvemos um bom papel e mostramos ao professor que podemos ser úteis no decorrer do ano.

O que precisa fazer para ter mais espaço? Esses jogos com reservas são sua chance de ouro?
A gente sempre quer evoluir a cada partida. Independentemente de quem jogue, eles (comissão técnica) estão começando a dar mais chances agora com a Libertadores começando, então é uma chance para a gente ter uma sequência de partidas e atingir o melhor nível.

Como é enfrentar a Ponte depois de tão pouco tempo (passou 2018 emprestado à Macaca)?
Enfrentar a Ponte Preta será uma emoção diferente. Saí de lá faz pouco tempo, então tenho muitos ex-companheiros que estão lá, conheço todo mundo e sou muito grato por ter me dado a oportunidade de jogar meus primeiros campeonatos nacionais. Agora defendo o São Paulo e é isso que importa.