Sport sai atrás duas vezes, mas vira sobre o Náutico na primeira semifinal

Do UOL, em São Paulo

  • Williams Aguiar/Sport

    Diego Souza marcou o primeiro do Sport e comemorou com imitação de leão e rugido

    Diego Souza marcou o primeiro do Sport e comemorou com imitação de leão e rugido

A primeira metade do Clássico dos Clássicos já foi. Melhor para o Sport, que saiu atrás no placar duas vezes neste domingo, mas venceu o Náutico de virada por 3 a 2 na Ilha do Retiro e conquistou vantagem importante para o jogo de volta da semifinal do Campeonato Pernambucano.

A segunda partida será disputada no próximo domingo, às 16 horas (de Brasília), na Arena Pernambuco. Na segunda fase do torneio, as duas equipes se enfrentaram duas vezes: um empate em 1 a 1 e uma vitória por 2 a 1 para o Timbu. Ou seja, o Sport ainda não havia vencido o rival na atual edição do estadual.

O Náutico abriu o placar com bela cobrança de falta de Marco Antônio aos 44 minutos do primeiro tempo. O meia ignorou a pressão exercida pela torcida rubro-negra, evidente maioria na Ilha, e acertou o ângulo esquerdo de Magrão.

Diego Souza aproveitou falha defensiva de Ewerton Páscoa e empatou aos seis do segundo tempo. Na comemoração, o meia imitou um leão e até rugiu. Aos 19, porém, Anselmo voltou a colocar o Timbu em vantagem no placar. Por fim, Juninho foi às redes duas vezes para definir o empate e a virada para o Rubro-Negro aos 45 e 46 finais.

O que mais se viu no clássico foi pressão do Sport. O Leão foi o primeiro a descer ao ataque ainda no segundo minuto de jogo, mas a tentativa de bicicleta de Rogério não acertou em cheio a bola.

Enquanto isso, Tiago Cardoso fez boas defesas e salvou a meta do Náutico, como nas finalizações de Mena, André e do próprio Rogério em jogadas bem articuladas por Diego Souza, que ainda acertou o travessão com um bom toque de cabeça.

UOL Cursos Online

Todos os cursos