Topo

Pernambucano - 2019


PM retira faixa contra a reforma da Previdência da torcida do Sport

Divulgação
Torcida do Sport teve faixa contra a reforma da Previdência retirada pela PM Imagem: Divulgação

Adriano Wilkson

Do UOL, em São Paulo

2019-03-24T19:38:33

24/03/2019 19h38

A Polícia Militar de Pernambuco ordenou a retirada de uma faixa questionando a proposta de reforma de Previdência na Ilha do Retiro, durante a partida entre Sport e Petrolina neste domingo (24) no Recife. Membros da "Torcida Antifascista do Sport" ergueram a faixa com a mensagem "Torcedor/a é trabalhador/a e também quer se aposentar", mas tiveram que recolhê-la após ordem de policiais.

Segundo o coordenador geral da torcida, que preferiu não ter o nome publicado, a faixa entrou no estádio escondida da polícia e foi aberta com cerca de 10 minutos de jogo. "Ela ficou aberta uns 20 minutos, aí chegou o Batalhão de Choque, pedindo pra recolher a faixa. Chegaram normal, sem truculência", afirmou o torcedor.

O torcedor disse que o grupo, formado por 45 pessoas, resolveu não mandar um ofício à corporação informando sobre a faixa porque acharam que ela seria vetada. "A polícia não gosta de manifestação política na arquibancada", declarou. A faixa, feita pelas organizadas antifascistas de Sport, Náutico e Santa Cruz, já havia aparecido em protesto de rua contra a reforma da Previdência na semana passada.

Procurada, a Polícia Militar de Pernambuco afirmou que "a faixa não passou pelo bloqueio policial, o material entrou ao estádio de forma clandestina, por isso foi retirada, temporariamente, do campo, sendo devolvida ao proprietário ao final da partida."

A "Torcida Antifascista do Sport" afirma que considerou o ato bem-sucedido e que continuará fazendo suas manifestações políticas.

No domingo passado, outra torcida de esquerda, mas do Náutico, havia estendido uma faixa com a inscrição "Quem mandou matar Marielle?" durante um clássico contra o Santa Cruz nos Aflitos, em referência ao assassinato da vereadora Marielle Franco.

Em campo, o Sport venceu o Petrolina por 4 a 0 e se classificou às semifinais do Estadual.

O clube rubro-negro é presidido por Milton Bivar, irmão de Luciano Bivar, deputado federal e presidente do PSL, partido de Jair Bolsonaro.

Leia a nota da Polícia Militar

A Polícia Militar informa que o Estatuto do Torcedor (artigo 13A, inciso IV) proíbe o torcedor de portar ou ostentar cartazes, bandeiras, símbolos ou outros sinais com mensagens ofensivas, inclusive de caráter racista ou xenofóbica, em estádios de futebol. Desta forma os torcedores que quiserem ter acesso ao estádio portando instrumentos musicais, faixas ou cartazes devem realizar um cadastro junto ao Batalhão de Choque e enviar sua solicitação de acesso até 72h antes da partida. A Unidade policial avaliará o pedido, permitindo ou não, a entrada do material.

No caso citado a faixa não passou pelo bloqueio policial, o material entrou ao estádio de forma clandestina, por isso foi retirada, temporariamente, do campo, sendo devolvida ao proprietário ao final da partida.