UOL Esporte Campeonato Português
 
24/03/2010 - 19h10

Após polêmica, Porto bate Rio Ave a ainda sonha com um título na temporada

Do UOL Esporte
Em São Paulo

Eliminado da Liga dos Campeões com uma goleada história frente ao Arsenal e sem quaisquer chances de conquistar pela quinta vez consecutiva o Campeonato Português, no domingo o Porto ainda perdeu a final da Taça da Liga para o arquirrival Benfica por 3 a 0, piorando a crise interna. Com isso, os portistas depositam todas as suas fichas na Taça de Portugal para não encerrar a temporada sem títulos. Nesta quarta-feira, pela primeira partida das semifinais da competição, a equipe da cidade do Porto bateu o Rio Ave por 3 a 1 fora de casa e garantiu importante resultado em busca da final da competição pela terceira vez consecutiva.

Atual campeão da Taça de Portugal, o Porto chegou às semifinais após eliminar o rival Sporting por um combinado de 5 a 2 nas quartas. Os portistas agora podem perder por até um gol de diferença no jogo de volta do confronto contra o Rio Ave, que acontece no Estádio do Dragão, para se classificarem à final. Na outra semifinal, o Chaves venceu o Naval por 1 a 0, com um gol de Ricardo Rocha aos 49min do segundo tempo, e também joga pelo empate.

Após grande polêmica no dia, quando Hulk teve sua punição na Liga Portuguesa bastante abrandada, causando desconforto no presidente da Liga, Hermínio Loureiro, que renunciou ao cargo, o Porto entrou em campo no Estádio dos Arcos, casa do Rio Ave, pensando somente em vencer, mas sem Hulk e Hélton. E saiu na frente aos 19min. Guarín encontrou Falcão livre na área. O atacante bateu, Carlos defendeu, espalmou para frente e, no rebote, o colombiano tocou para Ruben Micael empurrar para as redes.

Depois de começar o jogo mal, o Porto, com o gol, ganhou novo ânimo e foi em busca do segundo, mas se abriu e permitiu o empate. Fábio Faria tocou para Zé Gomes, que matou no peito e tocou para Bruno Moraes, que bateu de primeira e fez para o Rio Ave. O brasileiro está emprestado pelo Porto e marcou contra a sua equipe.

O Porto voltou à frente logo no início do segundo tempo, aos 9min, com Raul Meireles, que completou boa assistência de Guarín. A bola ainda bateu na trave antes de entrar. A 30min veio o terceiro. Miguel Lopes cruzou da direita, Ruben Micael bateu e Guarín, impedido, desviou de cabeça para marcar.
 

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host