Topo

Coluna

Oscar Roberto Godói


Sem VAR, dia pós-rodada não tem discussões movidas por sentimento clubista

Oscar Roberto Godói

Jornalista e ex-árbitro, esteve sob a chancela da Fifa de 1993 a 2000.

2019-04-05T12:00:00

05/04/2019 12h00

Jogador gosta é de jogo e árbitro quer estar em campo, o resto é conversa mole e frescura de treinador em nome da modernidade. Esse negócio de poupar os titulares já mostrou que, na prática, funciona muito pouco em termos de resultado. É só ver o que aconteceu com nossos clubes grandes nos jogos do meio da semana.

Flamengo, Grêmio, Internacional, Corinthians, Palmeiras e Santos perderam. O Atlético Mineiro perdia por 2 a 0 e só conseguiu virar para 3 a 2 depois que o Zamora teve um jogador expulso. No Brasil da piada pronta, nossos técnicos sempre dão a desculpa de que não têm tempo para treinar, mas quando podem trabalhar uma semana inteira - a chamada semana cheia -, perdem.

Temos treinadores que não podem treinar a semana toda não, no jogo mostram o quanto são incompetentes e muito bem remunerados. E a frescura de esconderem da imprensa os treinamentos semanais? Quando o talento individual superava qualquer esquema tático e táticas, ninguém limitava o trabalho da imprensa.

Será que a culpa é do VAR?

Como não tivemos jogos com a presença do recurso tecnológico, no dia seguinte também não tivemos discussões movidas pelo sentimento clubístico, de conhecimento ou de interpretação de acordo com nossas vontades. Estaria sendo discutido se Gabriel Barbosa, o Gabigol, mereceu ser expulso ou se o cartão amarelo seria mais justo? E o zagueiro Gustavo Henrique, do Santos, teria sido expulso pelo segundo amarelo se a falta no ataque santista tivesse sido marcada?

Da mesma forma que pergunto sempre se nossa arbitragem é incompetente ou obediente. Estendo para o pleno do TJD da Federação Paulista de Futebol, presidido pelo delegado Olin que, julgando os recursos de Moisés e Gustavo Henrique, aumentaram a pena por meio de um quórum indevido de auditores. Isso pode? Teria sido irresponsável ou intencional, para facilitar o Efeito Suspensivo?

Resta torcer para que Flávio Rodrigues de Souza se saia bem no jogo Palmeiras x São Paulo e que Raphael Claus faça o mesmo apitando Santos x Corinthians... Já sei. Quem perder e for eliminado vai culpar o árbitro ou o VAR.

7 a 1 pra eles!

Mais Oscar Roberto Godói