UOL Esporte Futebol
 
15/04/2010 - 17h09

Ministro reforça discurso público e aposta no Morumbi para abertura

Do UOL Esporte
Em São Paulo

Orlando Silva Jr. repetiu o que políticos como Gilberto Kassab e José Serra têm dito nos últimos tempos, e ratificou sua confiança no Morumbi como sede da abertura da Copa do Mundo de 2014. Segundo o ministro do Esporte, que se reuniu nesta quinta com o secretário-geral da Fifa, o estádio são-paulino só precisa cumprir os padrões da entidade, já que não está ameaçado por um plano “B”.

“A cidade de São Paulo reúne as melhores condições para a abertura, e já dissemos isso no diálogo com a Fifa. Tenho garantias do Kassab e do Serra de que não existe um plano ‘B’, e no âmbito federal também não há. O Morumbi deve ser a sede da abertura, desde que cumpra os parâmetros”, disse Orlando Silva, em entrevista coletiva.

Nesta quinta-feira, o político recebeu Jérôme Valcke, secretário-geral da Fifa que criticou o projeto do estádio são-paulino repetidas vezes. Segundo o ministro, no entanto, a palavra “Morumbi” sequer foi mencionada no encontro, que definiu a desoneração de impostos para a entidade e seus parceiros durante a Copa do Mundo.

Nos últimos dias, o assunto veio à tona após uma reportagem do jornal O Estado de S. Paulo, que previu a exclusão do estádio da competição ainda nesta semana. As autoridades responsáveis, no entanto, descartaram a hipótese, renovaram a aposta no Morumbi e agora aguardam a palavra final da Fifa.

Nesta quinta-feira, o São Paulo enviou à Suíça, via internet, o projeto atualizado. Após uma intervenção da Prefeitura de São Paulo, que garantiu a construção de piscinões na região, o clube viabilizou o rebaixamento do gramado, que reduziria os pontos cegos. A obra pública vai permitir o deslocamento do córrego Antonico, que passa por baixo do estádio e impedia a mudança na altura do campo até então.
 

Placar UOL no iPhone

Hospedagem: UOL Host