UOL Esporte Futebol
 
Jorge Araújo/Folha Imagem

Maioria é contra a centralização do comitê nas mãos de Ricardo Teixeira

19/08/2010 - 07h47

Brasileiros reprovam domínio da CBF no comitê da Copa 2014, diz pesquisa

Do UOL Esporte
Em São Paulo

Presidente da CBF, Ricardo Teixeira acumula o comando do comitê da Copa do Mundo de 2014, e foi o responsável pela indicação de cargos para a organização do Mundial no Brasil. Mas a população brasileira reprova esse acúmulo de poder, e prefere a distribuição de funções entre a confederação, o governo e a sociedade civil.

COMO DEVE SER FORMADO O COMITÊ DA COPA DE 2014?

  • 33%

    Comitê misto

    Maioria prefere a participação de CBF, governo e sociedade civil

  • 17%

    CBF manda

    Torcedores jovens se mostram favoráveis ao atual modelo

  • 13%

    CBF e governo

  • 8%

    Sem a CBF

Foi o que mostrou a pesquisa do Ibope encomendada pelo jornal Lance e publicada nesta quinta-feira. De acordo com o levantamento que ouviu 2.367 pessoas pelo país, apenas um em cada seis brasileiros acha correto o modelo de organização da Copa de 2014.

A maior parcela de entrevistados se mostrou favorável a um comitê misto – 33% das pessoas ouvidas alegou preferir um comitê que tivesse representantes da CBF, do governo e da sociedade civil. E apenas 17% apoiou a centralização total da organização da Copa nas mãos da CBF.

A maior parte desses 17% que apoia Teixeira são jovens do ensino médio – nesse grupo, o percentual aumenta para 21%, e chega a 20% entre os torcedores com idade entre 16 e 24 anos.

Já o grupo que defende a não participação da CBF no comitê se restringe a 8%, enquanto 13% é a favor de um comitê com a participação da federação e do governo, sem a sociedade civil. Outros 15% não souberam responder, e 13% estão indiferentes ao caso.

Criado em 2008, o comitê organizador da Copa de 2014 conta com cinco membros indicados por Ricardo Teixeira, entre eles a sua filha Joana Havelange e o seu advogado, Francisco Mussnich. Assessor de Teixeira em Brasília, o jornalista Mario Rosa também integra a comissão, além do diretor de comunicação da CBF, Ricardo Paiva.

Na última Copa realizada na África do Sul, o comitê foi uma parceria entre a federação e o governo, com participação de outras associações regionais. Já no Mundial da Alemanha em 2006, a federação teve pouca influência, e a organização foi comandada pelo governo do país.

Placar UOL no iPhone

Hospedagem: UOL Host