UOL Esporte Futebol
 
10/09/2010 - 18h59

Atlético-PR acerta termo de cooperação com prefeitura e governo para 2014

Alexandre Sinato
Em São Paulo

Atlético-PR, prefeitura de Curitiba e governo do Paraná acertaram um termo de cooperação para tentar, enfim, resolver os imbróglios que envolvem a reforma da Arena da Baixada para a Copa do Mundo de 2014. O acordo ainda não foi formalizado, o que deve acontecer na próxima semana.

O principal problema da Arena da Baixada é quanto ao financiamento das obras. A intenção é que, com base nesse termo, as partes consigam destinar verbas de melhorias de Curitiba para a região da Arena.

“Estamos formalizando o termo para assinarmos na semana que vem. É um termo entre Atlético-PR, prefeitura e governo do Estado, mas as informações só serão divulgadas na próxima semana”, confirmou Marcos Malucelli, presidente do clube rubro-negro.

O conteúdo do termo ainda é mantido sob sigilo a pedido das esferas políticas envolvidas.  “Talvez eles [prefeitura e governo] queiram anunciar o termo em um ato público, mas é uma questão política, por isso estou aguardando. Para nós interessa apenas a questão prática”, comentou Malucelli.

O custo oficial da obra ainda não está definido, mas estima-se que ela consumirá cerca de R$ 130 milhões. O Atlético pretende gastar R$ 30 milhões.Prefeitura e governo pretendem ajudar com o restante.

Quanto ao cronograma, segundo Malucelli, a expectativa é que, depois da formalização do termo de cooperação, o Atlético tenha quatro meses para finalizar o projeto e todos seus detalhes. Só então as obras começariam, já em 2011.

“O termo fará com que se inicie o projeto executivo da reforma, assim como os projetos complementares, como as questões elétricas, sanitárias... Isso leva de 90 a 120 dias. Aí sim poderemos lançar a obra e saber exatamente seu custo”, completou o presidente atleticano.

Placar UOL no iPhone

Hospedagem: UOL Host