UOL esporte

  • http://esporte.uol.com.br/futebol/copa-2014/ultimas-noticias/2011/11/26/governo-do-df-anuncia-licitacao-de-r-175-mi-e-custo-de-estadio-nacional-iguala-o-do-itaquerao.htm
  • Governo do DF anuncia licitação de R$ 176 mi, e custo do Estádio Nacional iguala o do Itaquerão
  • 18/07/2019
  • UOL Esporte - Futebol
  • UOL Esporte
  • @UOLEsporte @UOL
  • 2
Tamanho da letra
Obra do estádio de Brasília no dia 16 de outubro de 2011; custo superior a R$ 846 milhões

Obra do estádio de Brasília no dia 16 de outubro de 2011; custo superior a R$ 846 milhões

26/11/2011 - 17h34

Governo do DF anuncia licitação de R$ 176 mi, e custo do Estádio Nacional iguala o do Itaquerão

Vinícius Segalla
Em São Paulo

O custo do Estádio Nacional de Brasília, que está sendo construído pelo governo do Distrito Federal para a Copa do Mundo de 2014, será superior a R$ 846 milhões, e não mais R$ 688 milhões ou R$ 671 milhões, que eram as duas previsões de custos oficiais com que trabalhavam, até a semana passada, o Ministério do Esporte e o governo distrital, respectivamente.

No último dia 21, a Novacap (Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil) deu início ao processo de licitação para as obras de cobertura do Estádio Nacional de Brasília, com valor estimado e publicado no Diário Oficial do DF de R$ 175,8 milhões. Com isso, o custo do estádio, pago integralmente pelos cofres do DF, alcançará R$ 863,8 milhões, pelo dados do governo federal, ou R$ 846,8 milhões, como quer agora a administração distrital.

Mas este não será ainda o custo total do Estádio Nacional. Segundo o governo do DF, faltam ainda, pelo menos, mais duas licitações: uma para a compra do gramado e outra para as os 71 mil assentos do estádio, subdivididos entre cadeiras para o público geral, para os camarotes, para o setor VIP e para o setor VVIP. Ainda não há previsão de valor dessas licitações.

Com a nova conta, o estádio de Brasília alcança o custo do Itaquerão, arena que está sendo erguida pelo Corinthians na zona Leste de São Paulo. Lá, a estrutura principal sairá por R$ 820 milhões, segundo a empreiteira Odebrecht, responsável pela obra.

Além disso, o Estado de São Paulo licitará 20 mil arquibancadas móveis para serem utilizadas no estádio durante a Copa, a um custo estimado pela construtora em R$ 70 milhões. Mais caro que as arenas de São Paulo e do DF só mesmo a reforma do Maracanã, estimada em R$ 931 milhões.

O UOL Esporte procurou o governo do Distrito Federal para entender o motivo da mudança de previsão de custos e ouviu que a estimativa de R$ 671 milhões para o custo do estádio jamais incluiu a cobertura da arena, uma obra totalmente diferente, que deve ser contratada junto a empresas especializadas no assunto, e não ser incluída no trabalho das empreiteiras que constrõem o estádio (Andrade Gutierrez e Via Engenharia).

Não é o que consta na Matriz de Responsabilidade da Copa do Mundo de 2014, documento assinado em 13 de janeiro de 2010 pelo então ministro do Esporte, Orlando Silva, e por 11 prefeitos e 12 governadores (Brasília, uma das cidades-sede, não tem prefeito).

A peça define as obras, os custos e as responsabilidades de cada ente federativo em todas as obras da Copa. Lá, o valor estimado do Estádio Nacional de Brasília é de R$ 701 milhões. Já na última atualização do documento, efetuada pelo Ministério do Esporte no último dia 9 de novembro, o valor cai para R$ 688 milhões.

Obras para a Copa de 2014
Obras para a Copa de 2014

O próprio governo do Distrito Federal já informou ao UOL Esporte, no dia 26 de outubro de 2011, que o custo estimado do Estádio Nacional de Brasília era de R$ 671 milhões. A informação foi transmitida por e-mail, em resposta a pergunta sobre previsão de custo da obra do estádio de Brasília.

No início da tarde do dia 25 de novembro, UOL Esporte questionou a assessoria de imprensa do governo do Distrito Federal sobre o motivo da discrepância entre o que consta na Matriz de Responsabilidade da Copa e na mensagem enviada ao UOL Esporte com o que agora dizem as autoridades distritais. Até a publicação desta reportagem, porém, não obteve resposta.

TODOS OS ESTÁDIOS DA COPA

  Estádio Construtora Custo (em R$ milhões)
Mineirão, Belo Horizonte (MG)* Construcap, Egesa e Hap 665,7
Mané Garrincha, Brasília (DF) Via Engenharia e Andrade Gutierrez superior a 846
Arena Amazônia, Manaus (AM) Andrade Gutierrez 499,5
Beira-Rio, Porto Alegre (RS)* Andrade Gutierrez 290
Maracanã, Rio de Janeiro (RJ) Andrade Gutierrez, Odebrecht e Delta 931
Arena Pernambuco, Grande Recife (PE) Odebrecht 465
Itaquerão, São Paulo (SP) Odebrecht 890
Arena Fonte Nova, Salvador (BA) Odebrecht e OAS 591
Estádio das Dunas, Natal (RN) OAS 400
Castelão, Fortaleza (CE) Consórcio Galvão, Serveng e BWA 518,6
Arena Pantanal, Cuiabá (MT) Santa Bárbara e Mendes Júnior 463
Arena da Baixada, Curitiba (PR)* Não definida 234

Placar UOL no iPhone