Topo

Copa 2018


Ibrahimovic diz que aposentadoria aliviou pressão sobre seleção da Suécia

AFP
Ibrahimovic pela seleção da Suécia Imagem: AFP

Do UOL, em São Paulo

2017-11-09T15:05:31

09/11/2017 15h05

Famoso pela falta de modéstia na hora de analisar a própria carreira, Zlatan Ibrahimovic acha que ter encerrado sua trajetória pela seleção da Suécia ajudou o país a se sentir menos pressionado no cenário internacional.

O atacante do Manchester United, de 36 anos, optou por não mais atender a convocações da seleção nacional após a participação na última Eurocopa, em 2016. Agora como torcedor, ele confia que a Suécia pode passar pela Itália na repescagem europeia e garantir vaga na Copa do Mundo de 2018, na Rússia - o primeiro duelo será nesta sexta-feira, em Estocolmo.

"A Suécia está jogando sem pressão desde que saí, ninguém espera muita coisa da seleção agora, nem a imprensa nem os torcedores. Quando eu jogava, o nível era mais elevado, só que caiu com a minha ausência", atestou Ibra ao canal de TV Sky Sports Italia. 

"A atual equipe é muito boa coletivamente, agora com menos responsabilidade nos ombros. Os jogadores não são muito experientes, mas o projeto é ambicioso", completou.

Com 116 partidas e 62 gols pela seleção sueca, Ibrahimovic aposta em um duelo equilibrado diante dos italianos. "Minha primeira impressão é de que serão dois grandes jogos. Difícil, mas com o óbvio desejo de ambos em chegar à Copa."

"A Suécia tem tudo para passar, digo o mesmo sobre a Itália. O mais importante é que serão dois grandes jogos, praticamente duas finais", concluiu Ibra, que se recupera de lesão no joelho e deverá voltar a atuar pelo United em janeiro. 

Mais Copa 2018