Copa 2018

Senegal bate África do Sul em jogo remarcado e é 24º classificado à Copa

Siphiwe Sibeko/Reuters
Sadio Mané parte para cima da marcação sul-africana em jogo das Eliminatórias Imagem: Siphiwe Sibeko/Reuters

Do UOL, em São Paulo

10/11/2017 16h57

O Senegal está de volta à Copa do Mundo após 15 anos. A seleção senegalesa derrotou a África do Sul nesta sexta-feira (10) por 2 a 0 no Estádio Peter Mokoba e se tornou a 24ª classificada para o Mundial da Rússia, reaparecendo no torneio pela primeira vez desde 2002.

A partida consistiu no segundo encontro entre as seleções pelas Eliminatórias da África, mas a primeira para valer. Isso porque o jogo correspondeu novamente ao duelo da primeira rodada do Grupo D – o confronto original, realizado no dia 12 de novembro de 2016, foi anulado pela Fifa após o banimento do árbitro Jospeh Lamptey do futebol, por manipulação de resultados.

A África do Sul havia ganhado aquela partida por 2 a 1, com a ajuda de um pênalti inexistente a favor dos sul-africanos. O árbitro marcou um desviou com a mão Kalidou Koulibaly dentro da área, mas imagens da transmissão mostraram que o jogador usou o joelho na jogada.

A história nesta sexta foi diferente. Os senegaleses, líderes do grupo com oito pontos, garantiriam a vaga com a conquista de três pontos diante dos sul-africanos - o que foi conseguido sem grandes sustos.

O primeiro gol do dia saiu aos 12min, com Diafra Sakho. O atacante do West Ham recebeu uma bola enfiada por Sadio Mané e colocou nas redes de Itumeleng Khune.

A África do Sul reagiu, pressionou Senegal e chegou a acertar o travessão dos visitantes. Mas foi o Senegal que voltou a balançar as redes. Aproveitando um contra-ataque, Sakho ganhou a bola na ponta direita e cruzou na medida para Sané. O jogador do Liverpool desviou, viu Khune defender e o zagueiro Mkhize cabecear, sem querer, a bola para dentro de seu próprio gol.

Com a vantagem confortável no placar, os senegaleses apenas administraram o placar no segundo tempo para garantir a vitória e a classificação para o Mundial. Agora falta a definição de apenas duas seleções africanas para a Copa do Mundo da Rússia.

Tunísia e República Democrática do Congo brigam por uma delas no Grupo A, com vantagem de três pontos para os tunisianos, e Marrocos e Costa do Marfim disputam a outra no Grupo C.

Os dois classificados serão definidos neste sábado, após os confrontos da sexta rodada das eliminatórias. Marrocos visita a Costa do Marfim precisando de apenas um empate, enquanto a Tunísia encara a Líbia fora de casa (basta um empate) e a República Democrática do Congo, que necessita de derrota dos tunisianos e uma vitória, recebe Guiné.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está fechada

Não é possivel enviar comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Copa 2018

Topo