Topo

Copa 2018


Tite diz que faz menos sexo devido à ansiedade pela Copa-2018

Pedro Martins/MoWA Press
Imagem: Pedro Martins/MoWA Press

Do UOL, em São Paulo

2018-02-22T13:36:57

22/02/2018 13h36

Tite levou com bom humor às perguntas sobre a expectativa para a Copa do Mundo. O treinador da seleção brasileira revelou que a ansiedade por conta da aproximação do Mundial reduziu sua frequência sexual.

“Ultimamente, essa ansiedade, por vezes, tem retirado a minha frequência sexual. Eu tenho que retomá-la novamente”, sorriu Tite, em entrevista ao programa “Bola Nas Costas”, da rádio Atlântida.

“Normalmente era de duas vezes por semana”, acrescentou o treinador.

Tite confidenciou que não costuma ter relação sexual antes de jogos, mas que quebrou a regra pouco antes da final da Libertadores de 2012, quando o Corinthians derrotou o Boca Juniors, 2 a 0, no Pacaembu, conquistando o título sul-americano.

“Vou fazer uma inconfidência: eu consegui uma coisa que eu nunca vou conseguir na minha vida de novo. No dia que nós ganhamos a Libertadores eu namorei minha esposa”, disse o treinador.

Segundo o treinador, ele jamais conseguiu repetir o fato. "Foi a última vez que consegui fazer antes da partida. Na manhã do jogo", afirmou Tite, antes de gargalhar com os outros participantes do programa.

Para o Mundial, a comissão técnica da seleção permitirá que os atletas levem suas famílias para a Rússia, mas somente poderão encontrar os familiares nas datas pré-estabelecidas. Durante a Copa, a equipe terá algumas folgas determinadas pela comissão. Normalmente, a seleção tem folga no dia seguinte à partida.

“Imagina se todos nós fôssemos para a Rússia e se conseguíssemos chegar até o último jogo, ficaríamos 52 dias enclausurados...família vai. As famílias [dos atletas] vão”, disse o técnico.

Mais Copa 2018