Topo

Copa 2018


'Messi não é humano e Fifa deveria proibi-lo de jogar', diz técnico do Irã

Oleg Nikishin/Epsilon/Getty Images
Lionel Messi pela seleção da Argentina Imagem: Oleg Nikishin/Epsilon/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

2018-02-27T17:40:34

27/02/2018 17h40

O português Carlos Queiroz, treinador da seleção do Irã, irá encarar o compatriota Cristiano Ronaldo na fase de grupos da Copa do Mundo da Rússia, em junho. Apesar de considerar o atacante do Real Madrid "o melhor do mundo", ele preferiu exaltar outro candidato a craque do evento: Lionel Messi.

Para Queiroz, o argentino é um fenômeno sem comparação. Foi do camisa 10 do Barcelona o gol da vitória dos sul-americanos sobre os iranianos por 1 a 0 no Mundial de 2014, no Mineirão. "Sempre digo que Messi é extraordinário, não é humano", disse o técnico à agência de notícias EFE. "Quando um momento mágico como esse acontece, sabemos que o futebol está vivo, e é por isso que se trata de um dos esportes mais atraentes do mundo. Ainda mais quando parte de um jogador que, até provar que é humano, não deveria ser autorizado a jogar pela Fifa", completou.

O Irã integra o Grupo B da Copa, com Portugal, Espanha e Marrocos. Queiroz classificou o embate com o país onde nasceu como um "momento especial". 

"Sempre é especial enfrentar grandes jogadores. Neste caso, é o melhor do mundo [Cristiano Ronaldo]. Mas, quando a partida começa, serão apenas duas seleções querendo vencer, e o futebol determinará justiça e quem foi a melhor em campo", concluiu.

Mais Copa 2018