Topo

Copa 2018


PSG toma as rédeas e centraliza notícias sobre cirurgia de Neymar

Eugenio Savio/AP
Paris Saint-Germain, como clube de Neymar, assumiu as "rédeas" sobre as informações Imagem: Eugenio Savio/AP

José Edgar de Matos e Thiago Fernandes

Do UOL, em São Paulo (SP)

2018-03-03T11:10:26

03/03/2018 11h10

O mistério que ronda a cirurgia de Neymar só será desfeito quando o Paris Saint-Germain quiser. O clube tomou as rédeas da situação e terá a incumbência de repassar as informações sobre o craque; tudo com a anuência da Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

Embora tenha escolhido o local da operação, a entidade máxima do futebol brasileiro não quer passar por cima do clube francês em relação à conversa com a imprensa. A assessoria do Hospital Mater Dei, onde o atleta está internado, adota a mesma postura.

Os franceses prometem divulgar um comunicado após a intervenção cirúrgica explicando a situação do jogador. Entretanto, aguardam informações oriundas do Brasil. Há dois representantes do PSG em Belo Horizonte - o ex-jogador Maxwell e o médico Gérard Salliant.

O comportamento das partes se dá com o intuito de evitar qualquer atrito com o clube que detém os direitos do atacante; o PSG assumiu a responsabilidade de divulgar e cuidar das informações sobre a operação de Neymar, tudo com o apoio da CBF.

Houve desgaste entre as partes nos últimos dias, de acordo com a imprensa francesa. Neste sábado, o jornal L'Equipe apontou um suposto atrito do médico da seleção brasileira e responsável pela cirurgia do craque, Rodrigo Lasmar, com a diretoria do PSG. O fato, porém, não é confirmado.

Mais Copa 2018