Topo

Copa 2018


Oscar diz que transferência à China atrapalhou planos para seleção

Do UOL, em São Paulo

2018-03-09T10:15:06

09/03/2018 10h15

Oscar acredita que sua ida para o futebol chinês o deixou mais distante da seleção brasileira. Jogador do Shanghai SIPG, o meia afirma que voltou a jogar em bom nível e aguarda uma nova chance no selecionado de Tite para o Mundial da Rússia.

“É lógico que afastou um pouquinho pelo o que eu estou vendo. Fica um pouquinho mais difícil para o Tite, para a comissão técnica e para os torcedores”, comentou Oscar ao “SporTV”.

Quando foi negociado para o futebol asiático, Oscar estava na reserva do Chelsea. Ele falou sobre seu rendimento atual na China. Na atual temporada na Ásia, ele soma sete gols.

“Depois da Copa do Mundo [de 2014], com certeza caí um pouquinho de rendimento. Não só eu, mas alguns jogadores, porque foi um baque muito forte [goleada sofrida contra a Alemanha, 7 a 1], mas todo mundo retomou o futebol e agora estou no meu melhor momento. Se eu tiver mais uma chance, ficarei muito feliz”.

Apesar de considerar que se afastou da seleção, Oscar enfatiza que não havia como negar a oferta chinesa. No fim de 2016, o SIPG pagou ao Chelsea 52 milhões de libras (R$ 234 milhões) para adquirir os direitos do atleta.

“Realmente foi uma oferta que não tinha como recusar. Foi boa para mim e boa para o Chelsea. Saí do Chelsea de portas abertas”.

Mais Copa 2018