Copa 2018

Tite já tem goleiro? Neto vive grande fase no Valencia e sonha com a Copa

Ana Carolina Silva

Do UOL, em São Paulo

11/03/2018 04h00

Tite já disse ao UOL que levará Alisson para a Copa da Rússia. Cássio e Ederson, que foram convocados recentemente para a reserva da seleção brasileira, são os favoritos a ficarem com as duas vagas restantes. Mas tem mais gente de olho nessa disputa. Aos "45 do segundo tempo" da preparação para o Mundial, o goleiro Neto, do Valencia, sonha com a possibilidade.

É verdade que o jogador não é lembrado por Tite (ou Dunga) desde a Copa América de 2015, no Chile, mas tem feito uma temporada de sonhos na Espanha e vislumbra uma chance na delegação brasileira.

Com convocação batendo à porta, o momento é bem oportuno: às 11h desta segunda-feira, o treinador da seleção anuncia a lista de escolhidos para os dois últimos amistosos antes da convocação para a Copa, contra Rússia e Alemanha.

"O que tiver de acontecer, vai acontecer. O meu objetivo é desempenhar bem o meu trabalho no Valencia. Se um dia eu tiver novamente a possibilidade [de defender a seleção], vai ser um prazer. Espero poder desempenhar o meu trabalho sem criar expectativa", disse Neto ao UOL Esporte.

Mowa Press
Neto na seleção brasileira em 2012 Imagem: Mowa Press

Desde que chegou ao Valencia em julho de 2017, o goleiro de 28 anos já disputou 27 jogos. Foram 16 vitórias, cinco empates, seis derrotas, dois pênaltis defendidos e oito partidas sem tomar gol. Isso sem falar dos elogios que coleciona nos principais jornais esportivos da Espanha, que o destacam como um paredão nas penalidades.

Não que Neto não estivesse jogando bem pela Juventus, mas o clube italiano o colocava na inevitável sombra de Buffon, ídolo, titular e símbolo da Velha Senhora - por quem ele e toda a torcida bianconera têm muito respeito. "O maior goleiro de todos os tempos", afirmou o brasileiro.

O Valencia aumentou sua frequência de jogos e, consequentemente, sua felicidade. "O primeiro passo é estar bem consigo mesmo e com o que você faz. Estou muito feliz aqui no Valencia e trabalhando com muita qualidade. Tudo acaba sendo consequência de como nós nos sentimos. Essa boa fase nada mais é que trabalho e autoestima elevada. Tudo acaba sendo consequência", comemorou.

"Eu não vinha tendo a sequência que gostaria de ter na Juventus. Optei por buscar o melhor para mim. O sonho de qualquer jogador é fazer parte da seleção, mas a gente só vai ter uma chance de fazer parte se estiver jogando. É consequência da minha escolha. Primeiramente ser feliz e fazer o que gosto e, em alto nível, a gente aparece para a seleção", completou.

Laurence Griffiths/Getty Images
Taffarel fez visita a Neto no Valencia Imagem: Laurence Griffiths/Getty Images

No Valencia, Neto já recebeu a ilustre visita de Taffarel, preparador de goleiros da CBF e braço direito de Tite na busca por um nome de confiança.

"É uma grande pessoa, fico feliz por ter mantido contato. É um prazer conversar com ele. O Taffarel está sempre observando todos os goleiros. A partir do momento em que você se encontra em alto nível, as coisas acontecem naturalmente", disse o atleta.

No entanto, ele tem ciência de que sua posição exige que uma boa relação entre treinador e goleiro já tenha sido estabelecida.

Portanto, se for convocado, Neto terá os dois amistosos para superar a confiança que Tite tem em Cássio e Ederson.

"É uma situação que exige um feeling (sentimento) e uma confiança entre treinador e goleiro”, admitiu. “Eu já não posso responder sobre a confiança dele. Posso te dizer que eu me sinto preparado para tudo. Se eu tiver a oportunidade de voltar, vou fazer ao máximo para mostrar que tenho a capacidade de fazer parte desse grupo", afirmou.

Alisson, titular da seleção e confirmado por Tite, foi muito elogiado por Neto. "Ele vem fazendo um grande campeonato [Alisson disputa o Campeonato Italiano pela Roma], uma grande temporada. Está num time com uma vitrine muito grande, que é a Roma. Tem feito um trabalho muito bom e dou meus parabéns a ele por isso", exaltou.

Se Neto fosse Tite e não pudesse convocar a si mesmo, quais goleiros levaria?

"Eu acho que seria uma questão muito difícil. Com tantos goleiros de qualidade no Brasil, você me coloca em uma situação complicada [risos]. A escola brasileira está bem servida e em um nível muito alto. Eu acho muito difícil dar três nomes assim, é um nível muito alto", respondeu.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está fechada

Não é possivel enviar comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Copa 2018

Topo