Copa 2018

Jairzinho cita drama pessoal em 70 por fé em Neymar: "Brasil precisa dele"

Reprodução/Esporte Interativo
Jairzinho: três Copas disputadas pela seleção e um título mundial no currículo Imagem: Reprodução/Esporte Interativo

Bruno Freitas

Do UOL, em São Paulo

14/03/2018 04h00

Quando determinados personagens abrem a boca para falar sobre Copa, recomenda-se ouvir com atenção. Jairzinho certamente está neste rol de seletos – é o único homem até hoje na história a fazer gols em todos os jogos de um Mundial, quando se consagrou como "Furacão" ao lado de Pelé na vitoriosa seleção de 1970. Hoje, com a edição da Rússia se aproximando, o lendário camisa 7 não titubeia no prognóstico: a seleção precisa de Neymar.

Quatro anos antes da Copa de 1970, Jairzinho sofreu uma fratura séria no quarto e quinto ossos metatarsos. Na época, um jornal do Rio de Janeiro estampou na manchete que o atacante do Botafogo estava acabado para o futebol. Mas aí veio o Mundial do México, e o resto é história. Por essa lembrança, o ídolo da seleção acredita que Neymar tem plenas condições de superar a lesão sofrida neste ano para brilhar na Rússia.

Jairzinho conversou com a reportagem do UOL em meio às gravações para o projeto 10x10, série do Esporte Interativo em parceria com a produtora Ovo Em Pé, em trabalho que aproveita imagens antigas do Canal 100 (o trabalho que homenageia célebres camisas 10 do país vai ao ar a partir de maio).

VI Images via Getty Images
Imagem: VI Images via Getty Images

Na entrevista, o campeão mundial falou que acredita em Neymar como líder da seleção na Copa deste ano, elogiou Tite e disse que a vergonha do 7 a 1 ficou para trás. O ex-companheiro de Pelé e Garrincha ainda disse não acreditar que Messi e Cristiano Ronaldo sejam os melhores da história.

Por fim, Jairzinho comentou sobre o orgulho e o sofrimento de acompanhar o trabalho do filho Jair Ventura, atualmente no comando do Santos.  

Vergonha do 7 a 1 ficou para trás

"Depois do que nós passamos há quatro anos, a maior vergonha nacional, vergonha para o futebol brasileiro, tenho certeza de que esse feito nunca mais vai acontecer. Até porque o Brasil se preparou muito bem em todos os segmentos, na comissão técnica de alto nível, com o Tite e seus parceiros. Bem como a sensibilidade e qualidade dos jogadores, que levaram o Brasil a se classificar com antecipação."

O Brasil precisa de Neymar

"O que aconteceu contra a Alemanha? Neymar não jogou, o que aconteceu? Estou torcendo para que ele se recupere totalmente, que nos dê essa tranquilidade de vê-lo, dando confiança a seus companheiros, que o Brasil possa recuperar a hegemonia de melhor futebol do mundo."

Lucas Figueiredo/CBF
Imagem: Lucas Figueiredo/CBF

"Foi uma história parecida. Eu fraturei o quinto e o quarto metatarsos num jogo com o Vasco, tive uma refratura. Fui o primeiro jogador do Brasil a fazer enxerto ósseo. Um jornal do Rio chegou a escrever que eu estava acabado para o futebol. Mas quatro anos depois eu fui para a Copa e fomos tricampeões do mundo. Fiz gols em todos os jogos."

"A minha (fratura) foi nos dois dedos, no quinto e no quarto. A dele foi só no quinto, e não foi total. Isso já dá uma expectativa de recuperação dele. Estou torcendo para que isso aconteça, porque nós precisamos muitíssimo dele. O Brasil precisa dele. Está vivendo um momento excepcional de qualidade, de postura como homem, de postura como jogador, e crescimento na parte técnica."

Messi e Cristiano não são os melhores da história

"Quem fala isso não fala com credibilidade e conhecimento, está falando da boca para fora. No momento eles são os dois melhores, mas nunca foram os melhores. Quem fala isso é mentiroso. O Cristiano, enquanto tiver força, vai jogar. Porque a técnica dele é limitada. O Messi é técnico, de fato um jogador de muita inteligência. O Neymar está gradualmente chegando nesse nível. O Neymar tem 26 anos, o Messi já tem 30, o Cristiano, 33. A tendência é o Messi descer, o Cristiano descer e o Neymar crescer."

Pelo filho, o "Furacão" virou um torcedor santista

"Sofrendo mais do que ele. Sabe o que o pai sofre, sabe que o pai não quer ver a tristeza, a derrota do filho. Mas tem a confiança no trabalho que ele vem desenvolvendo. Ele trabalhou com oito técnicos diferentes no Botafogo. E como é um cara estudioso, ele só cresceu."

Reprodução
Imagem: Reprodução

"Eu já aprendi a sofrer com ele quando ele estava no comando do Botafogo. Ele saiu de uma situação crítica e difícil, de um clube que estava praticamente caindo para a segunda divisão. Depois retornando à estabilidade da primeira divisão, chegando à Libertadores, eliminando ex-campeões, etc. Agora quis o destino que esse clube maravilhoso que o Santos ter tido confiança no trabalho dele. Lá ele também está desenvolvendo o mesmo programa que desenvolveu no Botafogo."

O pacto com Jair Ventura: não falam de futebol

"Nós temos um pacto, que eu mesmo sugeri para ele. Eu venci com a minha própria capacidade, minha própria qualidade. Até porque eu não tive pai, perdi meu pai com dois anos de idade. Não tive pai para conversar com ele, e minha mãe não entendia nada de futebol. Então eu conversei com a natureza e cheguei onde estou até hoje por ser um cara determinado e consciente."

"Então cheguei a esse pacto com ele: 'o teu pai venceu pela própria qualidade, sem precisar do pai dele, que nunca teve. Eu quero que você faça a mesma coisa. Você só me pergunta se tiver alguma inquietude, mas eu não te pergunto nada. Acerte com as suas decisões e erre com as suas decisões. Da mesma forma que eu não estou interferindo, não deixe ninguém interferir'. E assim está indo, e ele está indo bem."

Esporte Interativo/Divulgação
Ídolos do futebol brasileiro serão homenageados em série do Esporte Interativo com produtora Ovo Em Pé Imagem: Esporte Interativo/Divulgação

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Blogs - Mauro Beting
Copa do Mundo 2018
Blog de Esportes
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
UOL Esporte
Copa do Mundo 2018
UOL Esporte
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Blogs - Mauro Beting
Copa do Mundo 2018
Blog Patadas y gambetas
UOL Esporte
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Blog Patadas y gambetas
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
UOL Esporte
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Blog do Rafael Reis
UOL Esporte vê TV
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Blog do Marcel Rizzo
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Topo