Copa 2018

Ele não podia ficar perto da mulher, mas ignorou ordem e tem Copa ameaçada

Denis Doyle/Getty Images
Lucas Hernández cresceu na Espanha e está desde a base no Atlético de Madri Imagem: Denis Doyle/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

19/03/2018 04h00

O zagueiro Lucas Hernández, de 22 anos, tem tudo para disputar neste ano sua primeira Copa do Mundo, mas um fator ameaça sua presença na Rússia. A promotoria espanhola pede um ano de prisão para o jogador do Atlético de Madri por descumprir uma ordem de distanciamento dada pela justiça local.

A decisão foi emitida por um juiz em fevereiro do ano passado e impedia Lucas Hernández de ficar a menos de 500 m de sua mulher, Amelia de La Ossa, depois de uma briga pública que o casal teve. A decisão se estendia por seis meses e também proibia que os dois se comunicassem por qualquer meio.

No entanto, quatro meses depois da ordem e três semanas após os dois serem oficialmente notificados, Lucas e Amelia viajaram para os Estados Unidos e não só se viram como se casaram em Las Vegas. Na sequência, segundo o jornal “ABC”, os dois foram curtir a lua de mel nas Bahamas.

Ao voltarem para Madri, em 13 de junho, eles foram parados pelas autoridades federais. O zagueiro, então, foi detido provisoriamente e liberado em seguida para responder em liberdade.

O problema é que a promotoria espanhola agora pede um ano de prisão para o jogador por descumprir a ordem legal de distanciamento. E o casal continuou se vendo, já que no fim do ano Amelia publicou uma foto nas redes sociais mostrando estar grávida do zagueiro.

Assim, Lucas Hernández agora aguarda a marcação de seu próximo julgamento para tentar convencer a justiça espanhola a não impor uma pena de reclusão. Ele e a mulher também haviam sido condenados a prestar serviços comunitários.

Espanha ou França?

Além desse imbróglio judicial, o jogador também precisa decidir se defenderá a seleção principal da Espanha ou da França. Nascido em território francês, ele se mudou ainda pequeno para o país vizinho quando seu pai, também jogador, foi defender o Rayo Vallecano. Lucas Hernández foi formado nas categorias de base do Atlético de Madri e segue no clube.

O zagueiro já deu declarações dizendo se sentir mais espanhol que francês, falou que domina mais o idioma do país onde joga e completou afirmando que “a Espanha me deu tudo. Se eles me chamarem, eu vou”. Assim, deu a entender que basta sua cidadania espanhola ficar pronta para optar pelos campeões mundiais de 2010.

No entanto, na última semana, o técnico da França, Didier Deschamps, anunciou os convocados para os últimos dois amistosos antes da convocação para a Copa e incluiu Lucas Hernández. “É com grande honra que recebo a convocação para a seleção francesa. Estou orgulhoso de poder representar meu país”, escreveu ele no Twitter.

Hernández defendeu a seleção francesa dos 16 aos 21 anos, sempre nas equipes de base. Como os duelos contra Colômbia e Rússia são amistosos, ele ainda poderia defender a Espanha na Copa. Agora, porém, parece que seu destino é a França. Desde que a Justiça não o impeça.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está fechada

Não é possivel enviar comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Copa 2018

Topo