Copa 2018

Indomável, Talisca brigou com presidente e treinadores antes de atrair Tite

Murad Sezer/Reuters
Chamado por Dunga, Talisca terá nova chance próximo da Copa Imagem: Murad Sezer/Reuters

Danilo Lavieri e Dassler Marques

Do UOL, em Moscou (Rússia)

19/03/2018 04h00

16 gols em 38 jogos na atual temporada com o Besiktas fazem Tite esperar por Anderson Talisca, de braços abertos, nesta segunda-feira (19) em Moscou. Uma das novas apostas do treinador para a seleção que enfrenta Rússia e Alemanha nos próximos dias 23 e 27, às 13h e 15h45 (de Brasília), respectivamente, o baiano de 24 anos já acumulou suficientes atritos no futebol para ser chamado de "indomável", apesar da idade relativamente baixa. 

Dirigentes importantes e treinadores não escaparam da língua afiada de Talisca, que em menos de dois anos já foi um dos destaques na campanha que levou o Besiktas ao título turco e às oitavas de final da Liga dos Campeões. Entre os que entraram em atrito com o meia, inclusive, está Alexandre Gallo, na época em que dirigia a seleção olímpica do Brasil. 

Durante viagem com o então grupo Sub-23, Talisca se recusou a acompanhar a delegação do Brasil para uma visita a um museu. A atitude à época desagradou ao rígido treinador, que tinha cartilha de comportamento elaborada aos atletas. "Eu não quis ir ao museu, não sou muito de sair, sou mais caseiro. Nesse dia, eu não estava legal, acabei desobedecendo um pouco, mas conversei com o Gallo e aprendi. Não foi uma falha grave, só não estava legal, porém, aprendi com esses erros", admitiu Talisca para à Rádio ESPN tempos depois.

Tite, para dar uma oportunidade que pode ser decisiva, já que vem na última lista antes do chamado definitivo para a Rússia, pareceu ignorar as polêmicas que envolvem a trajetória de muitos gols de Talisca. A força física e a potência do chute de perna esquerda, responsável por comparações com Rivaldo, convenceram o treinador, que pensa nele, jogador ofensivo, como possível reserva de Paulinho e Renato Augusto na faixa central. Para isso, buscou referências com Joel Santana e Jorginho. 

O ex-treinador do Bahia, que também já passou por Palmeiras e Portuguesa, é um dos que sofreu com a língua afiada de Talisca. Depois de renovar contrato com o clube baiano, ainda jovem, ele adquiriu um Hyundai Veloster, avaliado em R$ 70 mil. Jorginho chegou a citar o fato em entrevista e apontar como irresponsabilidade. O garoto rebateu: "Achei errado da parte dele. Isso é uma coisa pessoal minha. Não tem que treinador entrar. Ele não sabe das coisas que eu faço, ele não sabia de nada". 

Até quando mostrou desejo de servir à seleção, o que é teoricamente positivo, Talisca se complicou. Cortado do Brasil Sub-20 a pedido do clube, fez em seu Facebook um post que deu o que falar: "Adeus Bahia. Não tem Talisca mais certo. Bahia é vacilão. Não sabe dar valor, perde. O Bahia tem que saber dar valor aos jogadores que tem, senão vai perder tudo", reclamou, dias antes de fazer um pedido de desculpas formal.  

Além dos gols, brigas em Portugal e na Turquia

Bruno Domingos/Mowa Press
Talisca serviu Brasil principal em 2014. Volta em hora decisiva para convocação Imagem: Bruno Domingos/Mowa Press

Representado por Carlos Leite, um dos mais influentes empresários do Brasil, ele se tornou persona non grata no clube que o abriu as portas da Europa. Tudo porque entrou em discussão pública com Luís Filipe Vieira, presidente da equipe há 16 anos, e o vice Rui Gomes. 

"Talisca não é verdadeiramente um intelectual, e acho até que, em determinado momento, Talisca é verdadeiro e responde aos torcedores. Presumia que ele era muito aplicado, mas presumi também que a única coisa que o move é a parte financeira da sua carreira. O Jonas disse que não queria ir para a China; o Talisca disse que queria ir para a China e saía em qualquer circunstância", declarou Gomes publicamente. 

Emprestado por dois anos ao Besiktas, reclamou por sair do Benfica contra a própria vontade. Ao chegar à Turquia, disse não ter recebido tudo o que tinha a receber, fato negado por Luís Felipe Vieira. "O Benfica teve um desrespeito muito grande comigo. Com a minha filha com seis dias, o Benfica pagou o salário de todos os jogadores menos o meu. Só quero deixar esse aviso", reclamou. 

Em entrevista recente, Talisca também disse ter renovado com o Benfica a contragosto. "Essa situação da renovação de contrato já tem muito tempo. O presidente do Besiktas sabe, os clubes tiveram discussão na Fifa e o Benfica tinha meu passe, iria me tirar das competições europeias e eu não queria. Por que estar só jogando o Campeonato Turco? Tenho outros objetivos no clube e, meio ameaçado, tive que renovar contra minha vontade. Sempre falei desde que cheguei que não queria voltar ao Benfica. Na altura que aconteceu tive que fazer isso para poder estar no clube", disse ele recentemente.  

Treinador do Besiktas desde 2015, Senol Gunes chegou a criticar publicamente uma indisciplina do talentoso jogador baiano, por quem o clube está prestes a pagar 21 milhões de euros pela aquisição definitiva. "Ele é nosso jogador e, sim, ainda não se apresentou. E isso está errado. Ele está desrespeitando o trabalho dele. Será multado por isso, claro. Foi autorizado a ficar mais tempo de férias por causa da doença da mãe mas não voltou na data combinada. Pode ser um bom jogador e ter qualidades acima da média, mas tem que respeitar os companheiros", declarou Gunes, antes de outra crítica dura.

"No Benfica, Guedes [hoje no Valencia] estava à frente dele por trabalhar duro e não por causa do talento. O Benfica o emprestou e não pensa no retorno de Talisca. Deixou ele sair por causa de problemas como esse. Talisca tem que se questionar e pensar na atitude que está tomando. Se alguém quer jogar tem que treinar. Jogador que não treina, também não joga", protestou.

Samuel Davi e a caçula Maria Laura, os filhos pequenos do meia-atacante, trouxeram mais tranquilidade ao jogador, assegura quem trabalha com Talisca. Já elogiado publicamente por José Mourinho e cotado para um salto para clube maior em breve, ele tem a chance de provar a maturidade a Tite em disputa que envolve outros meio-campistas e até mesmo o centroavante Willian José. 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Blogs - Mauro Beting
Copa do Mundo 2018
Blog de Esportes
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
UOL Esporte
Copa do Mundo 2018
UOL Esporte
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Blogs - Mauro Beting
Copa do Mundo 2018
Blog Patadas y gambetas
UOL Esporte
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Blog Patadas y gambetas
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
UOL Esporte
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Blog do Rafael Reis
UOL Esporte vê TV
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Blog do Marcel Rizzo
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Topo