Copa 2018

Willian foge de comparação com 2014 e revela que mudou regime por Copa

Pedro Martins/MoWa Press
Willian troca passes com Marcelo em treino da seleção em Moscou Imagem: Pedro Martins/MoWa Press

Danilo Lavieri e Dassler Marques

Do UOL, em Moscou (Rússia)

21/03/2018 12h31

Willian chega revelou que tem feito mudanças no seu dia a dia para chegar bem ao Mundial. Em entrevista nesta quarta-feira (21), o jogador do Chelsea disse que trocou até a alimentação e não quis fazer comparações com a preparação da equipe de agora com o time de 2014, para a Copa no Brasil.

Ele é um dos candidatos a ser titular nos testes de Tite para o jogo desta sexta-feira, às 13h (de Brasília), contra a Rússia, em Moscou. Há uma chance que ele atue no lugar de Renato Augusto, tornando a equipe um pouco mais ofensiva com um quarteto que ficaria completo com Paulinho, Douglas Costa e Philippe Coutinho, fornecendo bolas para Gabriel Jesus.

“Você amadurece muitas coisas.  Ultimamente, tenho feito trabalhos e treinos específicos, mudado a alimentação em casa para poder chegar bem na Copa. O meu objetivo é chegar bem na Copa para ajudar a seleção brasileira”, afirmou.

Questionado sobre as principais diferenças entre a reta final de preparação para a Copa de 2014 e para a de 2018, o atleta não quis se pronunciar e se limitou a elogiar a tentativa da atual comissão em manter o grupo perto da família.

“Cada profissional tem a sua maneira de trabalho e não quero voltar no tempo, não quero falar da Copa do Mundo de 2014”, disse. “Tivemos pouco contato com a família na Copa de 2014 e agora a comissão está vendo a melhor maneira de ter mais contato”.

Em ótima fase no Chelsea, Willian tem recebido diversos elogios no futebol europeu. Nos últimos cinco jogos, ele fez dois gols e atuou durante os 90 minutos em quatro deles. O atleta, no entanto, prefere não assumir o rótulo de protagonista.

“Meu objetivo não é ser protagonista e sim levantar a taça. O protagonismo precisa ser de um time todo, não de um jogador. Esse é o objetivo. Quero ser campeão do mundo. Então, o coletivo é mais importante”, finalizou.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está fechada

Não é possivel enviar comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Copa 2018

Topo