Topo

Copa 2018


Tite diz que Neymar é insubstituível e pede divisão de responsabilidade

Sandra Kelch/Divulgação
Tite concede coletiva na véspera da partida entre Brasil e Rússia Imagem: Sandra Kelch/Divulgação

Danilo Lavieri e Dassler Marques

Do UOL, em Moscou (Rússia)

2018-03-22T12:33:21

22/03/2018 12h33

“Neymar é insubstituível”. A frase é de Tite para explicar qual será o tamanho da falta do atacante no amistoso desta sexta-feira (23) entre Brasil e Rússia, às 13h (de Brasília). Ele se recupera de cirurgia no pé e será substituído por Douglas Costa.

Em entrevista coletiva na véspera do jogo, o comandante afirmou que a seleção precisa aprender a dividir responsabilidade e ainda afirmou que nem mesmo Douglas pode ser considerado o “substituto de Neymar”.

“Primeiro que Neymar é insubstituível. Pelo alto nível, a qualidade que tem, pelo top 3 que ele é. E Douglas Costa não vai substituir o Neymar, vai ser o Douglas Costa. Vai fazer a ligação com a pergunta da capitania, sobre assumir a responsabilidade enquanto equipe de ser forte. Não posso colocar responsabilidade nas costas do atleta mais midiático”, afirmou o treinador.

“O Kaká deu uma entrevista emblemática em que diz que só foi melhor do mundo porque equipe estava bem. Quando fala da força da equipe, passa uma coisa que é verdade. A equipe precisa ser forte eventualmente forte. Não gostaríamos que tivesse acontecido com ele, com Filipe Luís e com Alex Sandro”, completou.

O Brasil jogará contra a Rússia com a seguinte escalação: Alisson; Daniel Alves, Miranda, Thiago Silva e Marcelo; Casemiro; Paulinho, Philippe Coutinho, Willian e Douglas Costa; Gabriel Jesus. 

Mais Copa 2018