Copa 2018

Argentina vai usar amistoso com Espanha para promover candidatura de 2030

AFA/Divulgação
Lionel Messi deve atuar no amistoso desta terça-feira Imagem: AFA/Divulgação

24/03/2018 15h48

O amistoso entre Espanha e Argentina, que será disputado nesta sexta-feira no estádio Wanda Metropolitano, em Madri, terá as primeiras mensagens oficiais sobre a tríplice candidatura de países sul-americanos para sediar a Copa do Mundo de 2018.

A informação foi revelada à Agência Efe por Carlos Mac Allister, ex-jogador da seleção 'albiceleste' e atual secretário de Esportes da Argentina, que já antecipou ações futuras do comitê organizador da iniciativa, compartilhada com Paraguai e Uruguai.

"Depois, apresentaremos outras mensagens durante o Mundial, que será jogado na Rússia", explicou o representante do governo.

De acordo com Mac Allister, por ocasião do jogo entre Espanha e Argentina, serão apresentadas mensagens de jogadores sobre a intenção dos três países de receber a competição na edição comemorativa dos 100 anos de disputa.

O ex-jogador, que chegou a disputar os dois jogos da repescagem das Eliminatórias para a Copa de 1994, mas não foi convocado para o torneio, deu panorama atual do processo de pré-candidatura, oficializada pelo apoio das autoridades dos três países.

"Estamos trabalhando, com muitas reuniões, junto com Uruguai e Paraguai, para que esta iniciativa aconteça da melhor maneira possível. Quando se pensa em um evento por 13 anos, sem dúvida, haverá muito planejamento. O que estamos fazendo, é dar nossos primeiros passos para chegar bem", disse Mac Allister.

"Começamos a distribuir tarefas, a promover, a falar com nossos jogadores, com os empresários de cada um dos três países, para que nos acompanhem nesse objetivo. Queremos ter disponível capital privado, para que nos ajudem a desenvolver essa ideia", afirmou o secretário, que disse haver planos para o menor gasto público possível.

Coordenador da candidatura conjunta para sediar a competição, o argentino Fernando Marín, demonstrou, também em entrevista à Efe, total confiança de que o trio será escolhido para organizar a edição de centenário da Copa do Mundo.

"Eu acho que é uma região que merece receber o Mundial, porque se completa, nada mais, nada menos, que um século da disputa da primeira edição. Isso é muito significativo. E com Argentina e Paraguai se juntando, o Uruguai fica ainda mais forte", disse.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está fechada

Não é possivel enviar comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Copa 2018

Topo