Copa 2018

Brasil ignora 7 a 1, bate Alemanha com solidez e se firma para Copa

Dassler Marques e Danilo Lavieri

Do UOL, em Berlim (Alemanha)

27/03/2018 17h42

O Brasil passou com segurança pelo que Tite descreveu como o mais difícil jogo psicológico dos últimos dois anos. No Estádio Olímpico de Berlim, a seleção mostrou bastante solidez e equilíbrio para vencer a Alemanha por 1 a 0 nesta terça-feira (27). Caçula do clássico que colocou nove títulos mundiais em campo, Gabriel Jesus marcou de cabeça após cruzamento de Willian aos 36 minutos do primeiro tempo.

Longe de ter caráter de vingança sobre o 7 a 1 de 2014, o último amistoso antes de Tite convocar o Brasil para a Copa do Mundo mostrou um time bem organizado defensivamente e que levou perigo aos alemães, principalmente nos primeiros 60 minutos. Além disso, capaz de atuar sem Neymar, sua maior estrela – a equipe da casa, vale lembrar, não contou com Ter Stegen, Hummels, Özil e Müller.

Tite, na estratégia para o amistoso, priorizou o resultado. Jogou com segurança, sem muita liberdade para Fernandinho ir ao ataque e praticamente sem realizar substituições. Quando Douglas Costa entrou aos 27 minutos do segundo tempo, Joachim Löw já havia trocado quatro jogadores da modificada equipe que colocou para enfrentar o Brasil.

Os melhores: Thiago Silva e Miranda

Muito bem protegidos, os dois zagueiros que não atuaram em 2014 tiveram exibição irrepreensível em Berlim. Thiago, escolhido para a vaga de Marquinhos, mostrou que briga mesmo por um lugar no time e venceu todas, principalmente pelo alto. Miranda não deu espaços e justificou ser o jogador com mais minutos nos últimos quatro anos do Brasil.

O pior: Fernandinho

Difícil, bem difícil a tarefa de encontrar ‘o pior’ em partida tão firme do Brasil. Novidade no time titular, porém, o volante do Manchester City não foi o articulador que Tite esperava para o posto de Renato Augusto. Sem a bola, porém, cumpriu a função com naturalidade e ajudou Casemiro em muitos momentos.

Em menos de dois anos, Tite já tem 15 vitórias pelo Brasil

Fabrizio Bensch/Reuters
Tite chega à convocação final para a Copa do Mundo com números impressionantes na seleção Imagem: Fabrizio Bensch/Reuters

Com dois amistosos por fazer até a Rússia, Tite deve chegar ao Mundial com números impressionantes em sua trajetória de menos de dois anos. Invicto contra europeus e nas Eliminatórias da Copa, chegou a 15 vitórias em 19 jogos. Com o sucessor de Dunga no comando, a seleção teve ainda três empates e só perdeu uma vez – com time quase todo reserva contra a Argentina.

Caiu a invencibilidade alemã

A vitória da seleção brasileira derrubou uma uma longa invencibilidade dos alemães. Dona de uma campanha perfeita de 10 jogos e 10 vitórias nas eliminatórias, a equipe europeia perdeu pela primeira vez depois de 22 jogos. O último revés da atual campeã mundial ocorreu há quase dois anos, na semifinal da Euro 2016 para a França (2 a 0).

Marcação brasileira encaixa e limita muito o jogo alemão

A tentativa da Alemanha em progredir desde a defesa foi prejudicada pela estratégia do Brasil.  Com bastante organização para atacar sem conceder contra-ataques, o time de Tite raramente deu conforto e espaço para o rival. Em algumas situações, o goleiro Trapp tentou a bola longa e não teve bons resultados. No segundo tempo, Joachim Löw mudou todo o ataque em busca de mais velocidade, com Brandt e Stindl, mas a seleção se compactou e fez Alisson trabalhar até pouco.

Movimentação de Coutinho é ponto alto de ataque do Brasil

Robert Michael/AFP
Coutinho novamente se destacou; meia do Barça foi uma das principais peças ofensivas no jogo Imagem: Robert Michael/AFP

Sem Neymar, ele foi escalado à esquerda do ataque e, como se sente mais confortável, foi o diferencial do ataque brasileiro. Com muita liberdade de movimentação, ele buscou as costas dos volantes alemães e assustou com bons passes e duas finalizações que assustaram o Estádio Olímpico. De quebra, arrancou aplausos com uma linda ‘caneta’ em Goretzka.

Jesus ganha confiança: nove gols pela seleção brasileira

Fabrizio Bensch/Reuters
Jesus cabeceia para superar Trapp e abrir o placar para a seleção brasileira em Berlim Imagem: Fabrizio Bensch/Reuters

Recentemente recuperado de lesão no joelho e em busca de mais confiança, Gabriel Jesus fez um ótimo jogo e foi premiado. Caçula entre todos os jogadores em campo, deu muitas opções à equipe, buscou os espaços para tabelar, infiltrar e ainda fez o que se espera de um centroavante. A cabeçada que venceu Trapp valeu o nono gol pela seleção principal – ele é o líder da era Tite.

Assistência premia números impressionantes de Willian

Ninguém teve tanta regularidade no ciclo 2014-18 do Brasil quanto o meia do Chelsea. Ele é o vice-líder em minutos, líder em convocações, jogos disputados e também um assistente importante. Assim como havia sido na Rússia, deu um cruzamento certeiro para o gol de Gabriel Jesus em Berlim. Muito firme na marcação a Plattenhardt, levou a melhor sobre o lateral alemão em seu setor. Foi o 12º passe para gol do atleta revelado pelo Corinthians desde o Mundial.

Festa com mosaico e orquestra no gramado antes do jogo

Dassler Marques/UOL Esporte
Torcida alemã exibiu um mosaico antes do início do amistoso desta terça-feira em Berlim Imagem: Dassler Marques/UOL Esporte

O Estádio Olímpico de Berlim foi palco de uma grande festa para celebrar o amistoso com o Brasil e promover a candidatura da Alemanha para sediar a Eurocopa 2024. Um mosaico foi aberto ao redor de toda a arquibancada com a mensagem “United by football”, slogan da campanha alemã. Cheio de pompa, o evento pré-jogo ainda teve uma orquestra no gramado para celebrar os hinos dos dois países. Enquanto isso, o Canarinho fez festa e animou torcedores alemães ao redor do campo.

Zé Roberto marca presença na Alemanha

Com duas Copas do Mundo no currículo e história lendária na Bundesliga, o brasileiro Zé Roberto foi atração à parte. Ele viajou a Berlim para comentar a partida pela ZDF, canal de televisão local e encontrou ex-jogadores de peso como Lahm, Xabi Alonso e Lothar Matthäus.

ALEMANHA 0 x 1 BRASIL

Data: 27 de março de 2018, terça-feira
Horário: 15h45 (de Brasília) e 20h45 (de Berlim)
Competição: Amistoso
Local: Estádio Olímpico, em Berlim (Alemanha)
Público: 72.717 pessoas
Árbitro: Jonas Eriksson (Suécia)
Assistentes: Mathias Klasenius e Daniel Wärnmark (Suécia)
Gols: Gabriel Jesus, aos 36 minutos do primeiro tempo

ALEMANHA 
Trapp; Kimmich, Rüdiger, Boateng (Sule) e Plattenhardt; Gündogan (Werner), Kroos e Goretzka (Brandt); Draxler, Mario Gomez (Wagner) e Sané (Stindl).
Treinador: Joachim Low.

BRASIL
Alisson; Dani Alves, Thiago Silva, Miranda e Marcelo; Casemiro; Willian, Paulinho, Fernandinho e Coutinho (Douglas Costa); Gabriel Jesus.
Treinador: Tite.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
UOL Esporte
Copa do Mundo 2018
Blog Patadas y gambetas
Copa do Mundo 2018
Blog do Rafael Reis
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
UOL Esporte
Copa do Mundo 2018
UOL Esporte
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
UOL Esporte
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
UOL Esporte
Blogs - Mauro Beting
Copa do Mundo 2018
EFE
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
UOL Esporte
UOL Esporte
UOL Esporte
UOL Esporte
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Blogs - Mauro Beting
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Topo