Copa 2018

Argentinos lamentam goleada histórica sofrida em amistoso: "Deu pena"

Javier Barbancho/Reuters
Isco comemora gol da Espanha contra a Argentina em amistoso Imagem: Javier Barbancho/Reuters

Do UOL, em São Paulo

27/03/2018 18h44

Empolgados pela classificação no último jogo das Eliminatórias, os argentinos voltaram a temer por uma vergonha na Copa do Mundo depois da goleada sofrida por 6 a 1 para a Espanha, nesta terça-feira (27). Após o amistoso, que ocorreu no Estádio Wanda Metropolitano, a imprensa sul-americana lamentou o desempenho da albiceleste e chamou a derrota de "papelão".

"Perder um amistoso pode acontecer, faz parte do jogo, mas isso complica todo um momento em que essa seleção, que se classificou no último jogo ao Mundial, necessitava de confiança e de se firmar. Porque sem Messi e contra uma seleção séria, a Argentina deu pena. Foi vulnerável deixando espaço nas costas, e em cada ataque espanhol, havia um cheiro de gol", escreveu o jornal Olé em seu relato sobre a partida.

Admirada com o futebol apresentado pela seleção espanhola, o jornal Clarín afirmou que o técnico Jorge Sampaoli terá novamente que reconstruir a equipe após a acachapante goleada.

"A Argentina terá que se embaralhar e tentar de novo. As dúvidas reaparecem depois de uma boa vitória contra a Itália. A Espanha aumentou o nível e mostrou os pontos fracos de uma seleção que tem muitas interrogações para responder se quiser chegar à Copa do Mundo com o sonho de ser campeã."

O tom agressivo e de preocupação também foi usado pelo periódico La Nación. "Não há que entrar em pânico, mas é preciso se preocupar, muitíssimo, com o que a Copa do Mundo possa trazer para a Argentina. Tanto é assim que é urgente um plano B."

Além de outro plano, o jornal afirma que Sampaoli deve se adaptar às adversidades da equipe. "Jorge Sampaoli, que também é vítima do ilógico futebol, já tem claro ao menos em que se concentrar. Não tem sentido em seguir insistindo em profundidades filosóficas ('queremos estabelecer uma cultura de futebol respeitável'), e sim é urgente pensar no que fazer na Rússia."

Contra a Espanha, a Argentina igualou a marca de piores goleadas sofridas de sua história. O revés de 6 a 1 foi o mesmo do revés contra a Tchecoslováquia na Copa de 1958, e também igualou à derrota de 2009 para a Bolívia, nas Eliminatórias para a Copa de 2010.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está fechada

Não é possivel enviar comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Copa 2018

Topo