Copa 2018

Nova geração alemã atropela jovens de 2014. Até herói deve ver Copa pela TV

Markus Schreiber/AP
Leroy Sané vive grande fase no Manchester City e deve ocupar o lugar que poderia ser de Mario Gotze na lista final Imagem: Markus Schreiber/AP

José Edgar de Matos

Do UOL, em São Paulo (SP)

04/04/2018 10h44

Foram incessantes as discussões e estudos sobre o porquê de o futebol alemão alcançar o topo na Copa do Mundo de 2014. Entre os pontos destacados se encontra o constante plano de renovação e crescimento de jogadores talentosos. A prova se encontra em 2018. Dos jovens preparados há quatro anos para serem protagonistas, poucos devem estar na Rússia em junho. Nasceu uma nova geração que “atropelou”, e até Mario Gotze, autor do gol do título no Maracanã contra a Argentina, corre grande risco de ver o torneio pela televisão.

Joachim Low levou sete jogadores sub-23 para a Copa de 2014. Deste grupo, apenas Julian Draxler (hoje com 24 anos) se encontra próximo de disputar o segundo Mundial consecutivo; Matias Ginter (24) esteve na lista para estes dois últimos amistosos, mas ainda briga por uma vaga no grupo que defenderá o título mundial. De resto, todos os outros devem apenas torcer pela seleção na busca do pentacampeonato.

O caso mais emblemático é de Mario Gotze (25), hoje novamente no Borussia Dortmund. Autor do gol do título alemão na Copa passada, o meia-atacante sofreu com graves lesões nos últimos anos e perdeu espaço para atletas como Leroy  Sané (22), um dos grandes destaques do Manchester City dirigido por Josep  Guardiola, e o próprio Julian  Draxler, ambos candidatos a um lugar no time titular na Rússia.

Shaun Botterill/FIFA/FIFA via Getty Images
Gotze deu o título à Alemanha. Em baixa, viu nomes como Sané e Werner "atropelarem" no atual ciclo Imagem: Shaun Botterill/FIFA/FIFA via Getty Images

Gotze não se firmou no Bayern de Munique e retornou ao Borussia Dortmund para reencontrar o futebol que o transformou em uma grande aposta da Alemanha. Porém, o talismã do Maracanã sofreu com um grave problema metabólico que quase o condenou à aposentadoria. A demora a reencontrar o ritmo e a temporada abaixo do clube surgiram como empecilhos, ainda mais em uma disputa direta com Sané e Draxler.

Fora Sané, outros nomes da nova geração “atropelaram” os antigos e cavaram um espaço cativo no grupo de Joachim Low. Se em 2014, o técnico apostou em atletas como Christoph Kramer (27 anos e titular há quatro anos na final contra a Argentina) e André Schürrle (27), hoje jovens como Joshua Kimmich (23), Leon Goretzka (23) e Emre Can (24) possuem o passaporte praticamente carimbado para o Mundial.

Entre os sete sub-23 chamados para 2014, três se apresentam com relativa força na disputa pelas 23 vagas. Além de Draxler e Ginter, chamados para os jogos contra Espanha e Brasil, o zagueiro Shkodran  Mustafi (25), do Arsenal, soma convocações recentes. o defensor da equipe londrina, contudo, ficou fora do grupo que encarou espanhóis e brasileiros na semana passada.

Mustafi possui a concorrência direta de Niklas Süle (22), jogador do Bayern de Munique, campeão da Copa das Confederações e medalhista de prata nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. O jovem zagueiro contratado este ano pelo maior clube alemão esteve no grupo que atuou na última data Fifa antes da definição dos 23 atletas para o Mundial da Rússia.

Já Schürrle, Gotze e Kramer são preteridos há tempos. Autor de dois gols no 7 a 1 sobre o Brasil, Schürrle não atua pela seleção desde março do ano passado. Durm, opção trabalhada para assumir a condição de titular na lateral esquerda, sequer atua pelo Borussia Dortmund; Jonas Hector, do Colônia, assumiu o posto de titular com Low.

AP Photo/Matthias Schrader
Timo Werner (esq) surge com grandes chances de iniciar a Copa do Mundo como titular no comando de ataque Imagem: AP Photo/Matthias Schrader

Em contrapartida ao grupo jovem de 2014 e atualmente preterido em sua maioria por Joachim Low, a nova geração aproveitou-se muito bem da chance dada pelo comandante na Copa das Confederações do ano passado. A Alemanha levou à Rússia uma equipe totalmente alternativa e se sagrou campeã.

Foi no torneio teste para o Mundial que Timo Werner se destacou e colocou-se como favorito a figurar como referência no ataque alemão na estreia diante do México, em 17 de junho. Na mesma competição, Kimmich, que desde a Euro 2016 assumiu a responsabilidade de substituir Philipp Lahm, se firmou ainda mais na lateral direita titular da equipe.

Para o grupo, Emre  Can, Goretzka, Niklas Süle e Julian Brandt (21) também convenceram Joachim  Low durante a conquista da Copa das Confederações no país do próximo Mundial. Todos estiveram no grupo para os amistosos contra espanhóis e brasileiros. Sinal de que o trabalho de renovação se manteve mesmo com o título no Brasil. Não há espaço para acomodação no forte time alemão, que pode até ver o herói Mario Gotze assistir os jogos na Rússia pela televisão.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Copa do Mundo 2018
UOL Esporte
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Blog Patadas y gambetas
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
UOL Esporte
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Blog do Rafael Reis
UOL Esporte vê TV
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Blog do Marcel Rizzo
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Blog do Marcel Rizzo
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Blog Patadas y gambetas
Blog do Rafael Reis
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Na Vitrine
Blog do Rafael Reis
Topo