Copa 2018

País da Copa tem vídeos de ursos em carros e motos. Mas isso é possível?

Reprodução
Foto icônica do nonsense russo mostra suposto urso passeando de táxi Imagem: Reprodução

Daniel Lisboa

Colaboração para o UOL, em São Paulo

09/04/2018 04h00

A ideia de que coisas muito loucas acontecem na Rússia é amplamente disseminada na internet. Basta buscar por esta frase ou equivalentes, em português mesmo, para comprovar a fama do país de produzir situações bizarras demais para serem verdade.

Por exemplo: você tenta parar um táxi na rua e não consegue porque já há um passageiro nele. No caso, um urso. Pois é, ursos transportados dentro de carros estão entre as imagens icônicas deste "lado nonsense" do país da Copa. Tanto que uma das emissoras brasileiras que transmitirão o torneio usa a foto acima, de um urso no banco de trás de um táxi, na chamada que promove o evento.

Não há relatos sobre a veracidade deste registro. Mas, se você pensou “é óbvio que não é verdade”, talvez reveja sua conclusão ao saber de um conhecido caso ocorrido em 2015.

À época, circularam na internet imagens de um carro transportando um urso em uma estrada russa. O urso aparece no banco de trás, com a cabeça para fora, admirando a paisagem, aparentemente relaxado (talvez por não estar em um taxi preocupado com o taxímetro).

O "rolê" repercutiu bastante na mídia russa, que investigou seus bastidores. Sites noticiosos como NTV e Vesti confirmaram então que sim, alguém realmente trafegava em uma estrada transportando um urso. O carro tinha placa da região de Rostov, mas o vídeo fora gravado na de Sverdlovsk. 

Consta também que o urso, chamado Toptyjka, acabou levado para um zoológico e o motorista, mesmo parado pelo menos três vezes, não foi multado porque os policiais teriam "adorado" o ilustre carona. 

Não faça isso em casa

Até hoje não foi devidamente explicado se o “incidente” foi causado por um motorista imprudente, um zoológico com problemas de orçamento ou se, na verdade, tratou-se de uma ação de marketing ousada e pouco zelosa dos direitos dos animais.

O fato é que o vídeo existe e não está sozinho: na internet, está acompanhado de outros semelhantes, como o que mostra um urso andando de motocicleta. Sim, também na Rússia.

Intrigado por essa curiosa faceta do trânsito russo, o UOL Esporte resolveu investigar a questão: afinal, é possível enfiar um urso dentro de um carro e sair por aí? A pergunta, claro, se refere apenas à questão do comportamento animal, porque do ponto de vista legal e ético ninguém deve fazer uma coisa dessas.

“Como acontece com qualquer animal selvagem, se você criar o urso desde pequeno, há uma chance de ele se acostumar com o humano”, explica Thatiane Antunes, bióloga do setor de mamíferos do Zoológico de São Paulo. “Porém, não é nada seguro fazer isso e também não é bom para o animal.”

Thatiane tem “seu” próprio urso no zoo paulistano: Dingo, sob os cuidados da instituição desde 2012, é um urso pardo. Ou seja, é muito provavelmente um primo dos ursos russos, já que esta é a espécie símbolo da Rússia. Basta lembrar de Misha, o mascote das Olimpíadas de 1980 em Moscou.

Americano tentou ser amigo de ursos e acabou devorado

“O urso pardo tem uma distribuição bem grande pelo hemisfério Norte”, explica a bióloga. “São várias subespécies, e cada uma tem uma grande variação (de características físicas)”. Dingo, no caso, não é dos maiores: Thatiane calcula que seu peso varia de 180 a 240 quilos, e tem em torno de dois metros de altura. “Os ursos da Rússia costumam ser maiores”, explica.

Independentemente do tamanho e da subespécie de urso, a lógica por trás de seu comportamento é a mesma. Ele pode ser manso e acostumado às pessoas a ponto de alguém conseguir passear de carro com ele várias vezes, mas, se um dia ele sentir fome ou medo, poderá destroçar o incauto motorista sem pestanejar.

Quem ainda duvida pode assistir ao filme “O homem urso”, do diretor alemão Werner Herzog. A obra conta a história real de Timothy Treadwell, ecologista fanático por ursos que conseguiu a proeza de passar 13 verões consecutivos no meio deles no Alasca. Até ser devorado, junto com a namorada, por um urso que atacou a barraca onde passavam a noite.

“Não adianta tratar como um animal doméstico, porque o urso não é um. E a qualquer momento isso pode vir à tona”, diz Thatiane. “Sempre faço o seguinte paralelo: se o seu gato fica irritado e te arranha, ele faz um estrago. Se um animal selvagem fizer o mesmo, o estrago provavelmente será maior”. Mesmo em um ambiente controlado como no zoo de São Paulo, a bióloga nunca fica sem nenhuma barreira física entre ela e Dingo.

Animal selvagem não é pet

E mesmo que você, como um suposto taxista russo, consiga passar a vida toda com um urso no banco de trás sem terminar devorado, não estará sendo correto com o animal. “Você não deve criar um animal selvagem como se fosse um cachorro. Há zoológicos e reservas naturais onde ele pode ser mantido de uma maneira mais controlada, mas é preciso estimular comportamentos naturais para que ele tenha qualidade vida”, diz Thatiane.

Uma reportagem publicada ano passado pelo site “Gizmodo” vai ao encontro de tudo o que diz a bióloga. A pergunta “você pode ser amigo de um urso?” foi feita a sete especialistas, e apenas um deles deu uma resposta positiva mais enfática. Os demais, com algumas variações na argumentação e nas ponderações, são céticos quanto a possibilidade de uma “amizade” tal qual nós a concebemos.

A reportagem, aliás, se baseou na foto de um urso “realizando” uma cerimônia de casamento para formular a questão. O evento teria, claro, acontecido na Rússia, mas neste caso ficou comprovado se tratar de uma imagem falsa, diz o “Gizmodo”.

Para Mauricio Petrucio, professor do departamento de Ecologia e Zoologia da UFSC (Universidade Federal de Santa Catarina), não é possível tratar um urso como um animal doméstico simplesmente porque, diferente dos cães (e, em menor escala, gatos), eles não passaram séculos sendo "cuidados" pelos humanos. “Quem sabe daqui a milhares de anos?”, diz ele, deixando claro que não necessariamente é a favor de que isso aconteça. 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
UOL Esporte
UOL Esporte
UOL Esporte
UOL Esporte
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Blogs - Mauro Beting
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
UOL Esporte vê TV
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Blog do Perrone
UOL Esporte - Futebol
Blogs - Mauro Beting
Copa do Mundo 2018
Blog de Esportes
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
UOL Esporte
Copa do Mundo 2018
UOL Esporte
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Blogs - Mauro Beting
Copa do Mundo 2018
Blog Patadas y gambetas
UOL Esporte
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Topo