Copa 2018

Por que ídolo de Messi ganhou espaço na Argentina depois do 6 a 1

Gal Schweizer/Getty Images
Messi e Aimar estiveram juntos na Copa de 2006 e são amigos até hoje Imagem: Gal Schweizer/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

11/04/2018 04h00

Um ídolo de Messi estará ainda mais próximo do camisa 10 na próxima Copa do Mundo. O ex-meia Pablo Aimar será um dos quatro auxiliares que Jorge Sampaoli terá na Rússia e foi confirmado na função pouco depois da goleada por 6 a 1 sofrida diante da Espanha, no fim de março.

Aimar, inclusive, estava na delegação argentina nos últimos dois amistosos (antes, o time bateu a Itália por 2 a 0). E tanto a alarmante derrota para os espanhóis como sua contribuição ao elenco nesse período lhe renderam essa posição mais próxima de Sampaoli. Até então, Aimar era o técnico da seleção sub-17.

Conhecido por seu talento nos tempos de jogador, Aimar foi uma das principais inspirações de Messi, que nunca escondeu ser um fã do meia que se tornou ídolo do River Plate. Por isso, segundo a imprensa argentina, um dos objetivos de ter Aimar por perto na Copa é garantir um elo direto e respeitoso entre Messi e comissão técnica.

Outros jogadores mais experientes da seleção, como Mascherano e Agüero, também conhecem Aimar de longa data. Os quatro foram até companheiros na Copa do Mundo de 2006, quando Messi fez sua primeira participação no torneio.

Aimar ainda tem bom trânsito com a cúpula da Associação do Futebol Argentino (AFA). O presidente Claudio Tapia e o secretário de seleções nacionais, Jorge Miadosqui, dão o respaldo político necessário para o ex-jogador exercer o que eles consideram ser uma influência positiva no elenco.

O braço direito de Sampaoli segue sendo Sebastián Beccacece, mas Aimar será não só um agrado a Messi, como um canal eficiente entre o treinador e seus jogadores mais experientes.

Apesar do pouco tempo à frente da seleção sub-17, já que ele foi contratado no meio do ano passado (na mesma época em que Sampaoli), Aimar conseguiu deixar boa impressão à beira do campo ao ajudar Diego Placente no comando da seleção sub-15.

No fim do ano passado, no Sul-americano da categoria, a Argentina perdia por 2 a 0 para o Brasil e virou o jogo para 3 a 2. Placente era o treinador do time de garotos, mas Aimar contribuiu para a reação da equipe e se mostrou uma peça importante no banco de reservas, segundo avaliação da AFA. Agora, ele está garantido na Copa. Para alegria de Messi, seu fã.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
UOL Esporte
UOL Esporte
UOL Esporte
UOL Esporte
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Blogs - Mauro Beting
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
UOL Esporte vê TV
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Blog do Perrone
UOL Esporte - Futebol
Blogs - Mauro Beting
Copa do Mundo 2018
Blog de Esportes
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
UOL Esporte
Copa do Mundo 2018
UOL Esporte
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Blogs - Mauro Beting
Copa do Mundo 2018
Blog Patadas y gambetas
UOL Esporte
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Blog Patadas y gambetas
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Topo