Copa 2018

Grupo de proteção aos animais condena presença de urso em jogo na Rússia

Do UOL, em São Paulo

17/04/2018 09h37

Organizações de defesa dos direitos dos animais condenaram a utilização de um urso para promover o jogo entre Angusht x Mashuk pela terceira divisão da Rússia, país que receberá a Copa do Mundo de 2018 a partir de junho deste ano.

Conhecido como Tim, o animal adestrado seguiu calmamente ao campo sem qualquer proteção, bateu palma, sentou em frente ao público e entregou a bola ao juiz da partida. O gerente do Mashuk, Rustam Dudov, explicou que o urso foi emprestado por um circo local.

Em declaração para a agência “AP”, o grupo “World Animal Protection”, com sede em Nova York, disse que a presença do urso no estádio é negativa pois, pelo vídeo, é possível ver que "métodos de treinamento cruéis foram usados" no urso.

Durante a apresentação, o sistema de som do estádio perguntou várias vezes aos torcedores se eles gostariam de ver Tim na abertura da Copa. Porém, segundo a organização, não há chances de o urso participar da festa marcada para as 12 horas (de Brasília) de 14 de junho, no Estádio Luzhniki, pouco antes de a anfitriã Rússia enfrentar a Arábia Saudita pela primeira partida do evento.

Reprodução
Imagem: Reprodução

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está fechada

Não é possivel enviar comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Copa 2018

Topo