Copa 2018

Grupo de eurodeputados pede boicote diplomático da Copa da Rússia

Divulgação
Imagem: Divulgação

Da AFP, em Bruxelas

20/04/2018 08h55

Sessenta deputados europeus pediram aos governos dos países da União Europeia (UE) que sigam os passos da Islândia e do Reino Unido, que decidiram não enviar nenhum representante oficial à Rússia para a Copa do Mundo.

"O mundo olha para a Europa nestes momentos difíceis. Nossos governos não deveriam reforçar o caminho autoritário e antiocidental do presidente russo, Vladimir Putin", afirma a carta assinada pelo grupo e divulgada pela eurodeputada ecologista Rebecca Harms.

Para os parlamentares, em grande parte da bancada Verde ou eurodeputados poloneses do Partido Popular Europeu (PPE, direita), a UE deve "boicotar a Copa do Mundo na Rússia e erguer sua voz a favor da proteção dos direitos humanos, os valores democráticos e a paz".

A decisão de Londres e Reykjavik de um boicote diplomático durante o Mundial (14 de junho a 15 de julho) foi anunciada após o ataque com um agente neurotóxico contra um ex-espião russo na Inglaterra, envenenamento que o governo britânico atribui a Moscou.

Os eurodeputados afirmam que o ataque é "o último capítulo da zombaria de Vladimir Putin aos valores europeus", que se une a seu papel como aliado do regime sírio de Bashar al-Assad e dos separatistas pró-Moscou na Ucrânia, assim como as "campanhas de desinformação" russas.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está fechada

Não é possivel enviar comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Copa 2018

Topo