Copa 2018

Cerimônia de abertura na Rússia será mais curta em comparação a do Brasil

Dennis Grombkowski - FIFA/FIFA via Getty Images
Jennifer Lopez, Pitbull e Cláudia Leitte se apresentaram na abertura do Mundial no Brasil, há quatro anos Imagem: Dennis Grombkowski - FIFA/FIFA via Getty Images

Da EFE

25/04/2018 15h41

A cerimônia de abertura da Copa do Mundo da Rússia será mais curta do que as realizadas no Brasil em 2014 e na África do Sul em 2010, afirmou nesta quarta-feira o diretor-geral do Comitê Organizador, Alexei Sorokin.

"A cerimônia de abertura terá um novo formato. Não parecerá com as de África do Sul e Brasil. Será mais curta e ocorrerá antes do apito inicial", disse Sorokin, em entrevista coletiva.

Faltam 50 dias para o início da Copa do Mundo. A abertura está marcada para o dia 14 de junho no Estádio Luzhniki, em Moscou, que também receberá a final do torneio, no dia 15 de julho.

O governo da Rússia planejou realizar a abertura no Estádio Lev Yashin, do Dínamo Moscou, que não receberá partidas do Mundial, mas a Fifa nunca aprovou a proposta.

Sobre o boicote de alguns países à cerimônia de abertura, como o Reino Unido e a Polônia, Sorokin afirmou que cada governo é livre para escolher se participará ou não do evento.

"Para nós, cada torcedor é valioso. E não importa o status do país. Vemos que os torcedores votam com o bolso. As entradas estão sendo esgotadas", afirmou.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está fechada

Não é possivel enviar comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Copa 2018

Topo