Copa 2018

Lesões e Ter Stegen podem decretar fim da "era Neuer" na seleção alemã

Patrik Stollarz/AFP
Manuel Neuer atuou pelo Bayern até setembro de 2017, quando se lesionou Imagem: Patrik Stollarz/AFP

Thiago Rocha

Do UOL, em São Paulo

30/04/2018 04h00

Titular da Alemanha nas últimas duas Copas e quase uma unanimidade quando se trata de goleiros que fazem a diferença em campo, Manuel Neuer é uma das incógnitas na briga por vaga no grupo de 23 jogadores que o técnico Joachim Low convocará para o Mundial da Rússia. Duas lesões graves no mesmo pé comprometeram a temporada do jogador de 32 anos, que agora tem um concorrente de peso na posição: Ter Stegen.

Após um período de transição trabalhando apenas com os goleiros do elenco, Neuer voltou às atividades com os demais companheiros do Bayern de Munique há menos de 15 dias, após sete meses de afastamento. Ele precisou passar por cirurgia no pé esquerdo, em setembro, para corrigir fratura sofrida durante um treinamento.

O problema foi um agravamento de fratura ocorrida no mesmo pé, em abril de 2017, na eliminação nas quartas de final da Liga dos Campeões passada para o Real Madrid, em que também foi operado. De lá para cá, Neuer disputou apenas quatro partidas, três pelo Campeonato Alemão e uma pela Champions.

Jupp Heynckes, técnico do Bayern, diz não ter pressa para o retorno do titular. Mas, quando envolve Copa do Mundo, o tempo é valioso. O clube alemão projetou o retorno de Neuer para o fim de maio, mas não a tempo da última rodada da Bundesliga, no dia 12. Seria mais garantido contar com o goleiro em uma eventual final de Liga dos Campeões (26/5, em Kiev), mas a derrota em casa para o Real Madrid, no jogo de ida da semifinal, coloca em risco essa probabilidade.

A Fifa estabeleceu a data de 14 de maio como o limite para que as 32 seleções classificadas à Copa revelem os seus convocados. No dia 23, a Alemanha iniciará os trabalhos visando a competição. Ou seja, se os atuais campeões mundiais quiserem contar com Neuer na Rússia, o técnico Joachim Low terá de reservar uma vaga para um jogador que, se estiver saudável, sobra na posição, mas que estará há quase um ano sem atuar, sem qualquer ritmo de jogo.

"Claro que vamos manter todas as possibilidades abertas para Manuel. Ele é o melhor goleiro do mundo, nosso capitão, e precisamos de seu carisma", afirmou Low, no fim de 2017.

Ter Stegen: sucesso de público, desconfiança da crítica

REUTERS/Albert Gea
Imagem: REUTERS/Albert Gea

Para azar de Neuer, e não da seleção alemã, o posto de goleiro titular está muito bem servido caso ele não esteja apto. Pelo Barcelona, Ter Stegen, de 25 anos, vive fase iluminada.

Pelo Campeonato Espanhol, em 34 partidas, o jogador revelado pelo Borussia Mönchengladbach não foi vazado em 18 oportunidades, mais da metade das vezes em que esteve em campo, e sofreu apenas 21 gols na campanha invicta do Barça em La Liga. Foram 88 chutes defendidos, quase o dobro da média de todos os goleiros do torneio (45,9 defesas/jogo).

Entre os torcedores, a preferência é por Ter Stegen. Enquete realizada pela revista "Kicker", a mais prestigiada do país, questionou os leitores sobre qual goleiro deveria ser o titular da seleção na Copa. O arqueiro do Barcelona recebeu 53% dos votos, enquanto Neuer levou 47%.

O problema é que o ídolo do Bayern elevou muito o parâmetro de qualidade da posição na Alemanha, e nem as atuações de destaque têm livrado Ter Stegen de certa desconfiança entre ex-jogadores da seleção, que se estende a outros concorrentes à convocação, como Bernd Leno (Bayer Leverkusen), Kevin Trapp (Paris Saint-Germain) e Loris Karius (Liverpool).

Um nome de peso, ao menos, se rendeu ao fim da "era Neuer". Icônico goleiro do Bayern e da seleção, vice-campeão mundial na Copa de 2002, Oliver Kahn deu um voto de confiança a Ter Stegen, a quem já chamou de inseguro anos atrás. 

"Ele [Neuer] mostrou que não precisa de muita prática, mas de certa segurança. Dessa forma, consegue voltar a jogar em alto nível com relativa rapidez. Mas agora a situação é diferente. Ter Stegen está pronto para jogar uma Copa do Mundo", disse Kahn.

A Alemanha está no Grupo F, com Coreia do Sul, México e Suécia. A estreia na busca pelo quinto título mundial será diante dos mexicanos, no dia 17 de junho, em Moscou.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está fechada

Não é possivel enviar comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Copa 2018

Topo