Copa 2018

Jovens sparrings foram levados à seleção para imitar Firmino, Marcelo e cia

Mike Hewitt - FIFA/FIFA via Getty Images
Brenner, promessa do São Paulo, ocupará lugar de Firmino nos treinamentos Imagem: Mike Hewitt - FIFA/FIFA via Getty Images

Dassler Marques

Do UOL, em São Paulo

17/05/2018 04h00

A escolha de seis jovens para os treinamentos do Brasil em Teresópolis, no início da preparação para a Copa do Mundo, tem uma particularidade em relação à próxima semana. Tite não conta com Fagner, Marcelo, Casemiro e Firmino para esse primeiro período, mas sua comissão técnica buscou substitutos o mais próximo possíveis dos desfalques. 

Por isso, o cruzeirense Vitinho será o 'clone' na lateral direita, assim como o são-paulino Weverson ficará como a alternativa para a ausência de Marcelo na esquerda. Vitão, palmeirense que atua como zagueiro e volante, vai "imitar" Casemiro à frente da defesa. Por fim, o também tricolor Brenner atuará em treinamentos para preencher o espaço de Firmino. Todos têm currículo nas seleções de base. 

Ainda receoso por possíveis ausências em momentos pontuais nos dias de treinamentos com bola na Granja Comary (quinta, sexta e sábado da próxima semana), Tite chamou mais dois jogadores. Os vascaínos Marrony e Robinho, ambos atacantes, completam o sexteto dos "sparrings". Diferentemente do quarteto acima, eles ainda não foram chamados para a seleção sub-20, mas estão no radar de observação para o Sul-Americano de 2019. 

O treinador da categoria, por sinal, teve participação importante no processo. Carlos Amadeu elaborou uma lista com três jogadores por posição para que Tite e sua comissão escolhessem os sparrings para Teresópolis. A ideia do treinador é que, na sequência da preparação em Londres e também na Rússia, a seleção só trabalhe com seus 23 convocados. Em momentos pontuais, jogadores locais podem ser lembrados para completar atividades. 

Exceção feita a Fagner, que ainda deve permanecer com restrições físicas na próxima semana, os demais desfalques de Tite serão devido à final da Liga dos Campeões entre Real Madrid e Liverpool, no próximo dia 26. Oportunidade, então, para Vitinho, Brenner e companhia tentarem construir uma história melhor que a dos 'sparrings de 2014'. 

O zagueiro Wellington Carvalho e o atacante Robert, então promessas do Fluminense, foram os nomes de Luiz Felipe Scolari para completar treinamentos em Teresópolis - na ocasião, até o preparador físico Anselmo Sbraglia completou atividades. Os quatro anos seguintes não foram tão bons para a dupla: hoje, Wellington atua no modesto Tombense, e Robert, que teve passagem de fracasso pelo Barcelona B, está sem clube desde que foi dispensado pelo Flu. 

Cássio, Fagner, Geromel e Taison são convocados pela seleção para Copa

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está fechada

Não é possivel enviar comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Copa 2018

Topo