Copa 2018

"Evolução acima do esperado", diz preparador da seleção sobre Neymar

Pedro Martins / MoWA Press
Fábio Mahseredjian, preparador físico da seleção brasileira, concede entrevista coletiva na Granja Comary Imagem: Pedro Martins / MoWA Press

Danilo Lavieri, Dassler Marques e Pedro Ivo Almeida

Do UOL, em Teresópolis

23/05/2018 13h35

Neymar está se recuperando melhor do que o esperado da operação no pé direito realizada em março. Ao menos é o que afirma o preparador físico da seleção brasileira, Fábio Mahseredjian.

Confira a tabela completa e o calendário de jogos
Simule os classificados e o mata-mata do Mundial
DOC: a Rússia Gay que não pode sair do armário

Em entrevista coletiva nesta quarta-feira (23), o membro da comissão técnica evitou falar em prazos para ter o atacante em 100% de suas condições físicas, mas comemorou os resultados do trabalho.

“É difícil falar em percentual. Não existe equipamento para colocar no atleta e ver que está em 100% de condições. Sempre queremos que evolua mais. Não sabemos onde o atleta pode chegar. Trabalhamos isso com a evolução do atleta, o quanto está, se está acelerada ou menos. Hoje posso afirmar que a evolução está muito bem e acima até do esperado por nós”, analisou.

Na última terça-feira, Neymar foi a campo ao lado de Danilo e Gabriel Jesus e já mostrou uma movimentação normal de jogo, com piques e chutes as gols reduzidos.

“O Neymar vem evoluindo muito bem, treinando todos os dias. Fez complementos lá em cima nos dias em que não desceu, com [o preparador físico] Ricardo Rosa. Vem evoluindo muito bem dia após dia. Em breve vai entrar em trabalhos com o grupo, o que vai favorecer a evolução. O organismo evolui dia após dia, mas trabalhamos sempre com uma expectativa positiva”, completou.

O primeiro jogo do Brasil na Copa do Mundo está marcado para o dia 17 de junho, em Rostov, contra a Suíça, às 15h (de Brasília). Há uma expectativa que o camisa 10 tenha seus trabalhos acelerados na próxima semana de treinamentos, em Londres, e que ele participe dos amistosos contra Croácia e Áustria, nos dias 3 e 10, respectivamente.

“O Neymar é atleta de altíssimo nível e diferente. Ele pode fazer coisas diferentes para nos ajudar. Ele vai ter, até o jogo de estreia, praticamente um mês. Até o final da primeira fase, mais de um mês. Acredito que pelos treinamentos com grupo, monitorado como está, acompanhado pela fisiologia, está muito bem amparado. Essa semana aqui, principalmente em Londres, como vai treinar com todo o grupo, com trabalhos de enfrentamento, longos ou de campo reduzido, vai dar a ele a possibilidade de ganhar ritmo de jogo. Claro, jogo é diferente, mas temos dois amistosos e a expectativa é que participe. Não sei quanto tempo ainda”, ponderou.

"O Neymar está na fase de retorno progressivo, de volta aos gestos habituais. O próximo passo é voltar ao grupo. Essa é a programação para que chegue no início da competição tendo superado os obstáculos. Quando fica muito tempo parado, o jogador só perde o receio e a insegurança quando vai ao campo, reproduzindo o gesto e o movimento. Vamos dosar a progressão essa semana e na que vem. Esse receio ele vai perder só com o trabalho em campo e no jogo. Vamos usar os amistosos como parte do trabalho para ter passado por esses testes", completou Rodrigo Lasmar, médico da CBF.

Neymar e Gabriel Jesus participam de primeiros treinos com bola da seleção

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está fechada

Não é possivel enviar comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Copa 2018

Topo