Copa 2018

Neymar puxa fila e anima comissão da seleção em início de treinos na Granja

Danilo Lavieri, Dassler Marques e Pedro Ivo Almeida

Do UOL, em Teresópolis (RJ)

23/05/2018 04h00

Quase três meses após a cirurgia para corrigir uma fratura no pé direito, Neymar ainda se recupera da intervenção no local. Engana-se, no entanto, quem pensa que o ritmo de treino do craque é mais lento por conta disso. Na Granja Comary, no início da preparação visando a Copa do Mundo na Rússia, o astro do Paris Saint-Germain e da seleção puxa a fila de trabalho.

Confira a tabela completa e o calendário de jogos
Simule os classificados e o mata-mata do Mundial
DOC: a Rússia Gay que não pode sair do armário

Seja na academia – agora chamada de centro de excelência do futebol brasileiro – ou no campo, Neymar foi o primeiro a vestir o uniforme e iniciar os treinos.

Na segunda-feira (21), dia de sua chegada, enquanto os companheiros realizavam exames médicos, Neymar já estava em ação. Sempre ao lado do preparador Ricardo Rosa, fez trabalhos físicos na academia e mostrou para a comissão técnica que estava bem para ir a campo.

Na terça, fez até a programação ser alterada, indo ao gramado ao lado de Gabriel Jesus e Danilo. Um dia antes do projetado inicialmente, correu, se movimentou sem restrições e finalizou a gol sem qualquer problema. A atividade foi uma evolução em relação ao que ele já havia feito na quinta-feira (17), ainda em Paris, quando deu leves toques na bola pelo PSG.

Realizar a atividade sem qualquer incômodo foi um sinal considerado positivo pela comissão técnica. O estafe da seleção ficou animado com o panorama no início do trabalho.

Há, internamente, a certeza que Neymar estará em campo no amistoso contra a Croácia, no próximo dia 3, em Liverpool, na Inglaterra. “Vamos avaliar e ver se será por pouco tempo, 45 minutos ou até o jogo inteiro”, explicou o coordenador de seleções, Edu Gaspar.

Seguindo de maneira satisfatória o protocolo de recuperação às vésperas da Copa, Neymar agora preocupa a comissão técnica em outro aspecto: o psicológico. “Ele vai subir gradativamente, sem que ele absorva uma pressão exagerada com o desempenho. Que ele faça o amistoso bem, que não absorva uma pressão desnecessária. Ele precisa absorver bem os processos para ter um grande desempenho”, emendou Edu.

Em recentes entrevistas, o craque admitiu um certo receio após a lesão que o deixou longe dos gramados na reta final da temporada e semanas antes do Mundial. “Ele ficou três meses parado e que não é [vindo] dos três meses parado que ele vai ser excepcional”, ponderou o coordenador de seleções.

Pelos corredores da concentração na Granja Comary, porém, o cenário é de otimismo. Nesta quarta, mais uma parte do grupo irá a campo dar prosseguimento ao trabalho de “equilíbrio de condições físicas”, conforme explicou o preparador físico Fábio Mahseredjian. Dentro deste protocolo, não está descartado que Neymar fique na academia em algum dia da semana. Porém, na avaliação da CBF, nada que preocupe o grupo.

GRANJA COMARY PASSOU POR REFORMA PARA A COPA 2018; VEJA COMO FICOU

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está fechada

Não é possivel enviar comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Copa 2018

Topo