Topo

Copa 2018


Sem Guerrero, seleção peruana quer manter nível para ser respeitada na Copa

David Mercado/Reuters
'Vamos trabalhar para dedicar a ele o triunfo', diz o atacante André Carillo sobre Guerrero Imagem: David Mercado/Reuters

Da EFE, em Lima

2018-05-25T20:49:25

25/05/2018 20h49

O atacante André Carillo afirmou nesta sexta-feira que, mesmo com o desfalque de Paolo Guerrero, a seleção peruana quer se preparar para manter um bom nível de jogo e ser respeitada na Copa do Mundo de 2018.

Confira a tabela completa e o calendário de jogos
Simule os classificados e o mata-mata do Mundial
DOC: a Rússia Gay que não pode sair do armário

"Fizemos boas partidas, mas não basta fazer jogos em sequência. Temos que manter o nível de atuação para ganhar respeito, confiança, e deixar o nome do Peru muito melhor", afirmou o jogador do Watford.

"(Guerrero) é importante, mas já que não está aqui, não podemos nos sentir mal. Vamos trabalhar para dedicar a ele o triunfo", acrescentou o atacante sobre o companheiro, suspenso por 14 meses pela Corte Arbitral do Esporte (CAS) e que não poderá disputar o torneio.

No treino desta sexta-feira, no Villa Deportiva Nacional, em Lima, o técnico Ricardo Gareca contou com 23 dos 24 jogadores que compõem a lista preliminar. O lateral Miguel Trauco, que assim como Guerrero defende o Flamengo, participou pela primeira vez das atividades nesta sexta-feira, e o único ausente foi o goleiro Pedro Gallese, que viajou para resolver problemas particulares.

O Peru enfrenta a Escócia na terça-feira, no Estádio Nacional de Lima, e depois fará amistosos contra Arábia Saudita e Suécia, nos dias 3 e 9 de junho, respectivamente.

Os comandados de Gareca estrearão no Grupo C da Copa do Mundo contra a Dinamarca (16 de junho), e depois enfrentarão França (21) e Austrália (26).

Mais Copa 2018