Copa 2018

Sofás, plantas e 100% VIP: conheça o avião de luxo que levou a seleção

Danilo Lavieri, Dassler Marques e Pedro Ivo Almeida

Do UOL, no Rio de Janeiro e em Londres

28/05/2018 17h00

Se você quiser voar por 11 horas a bordo do Airbus A340, da companhia maltesa AirX Charter, que possui um braço inglês, terá que desembolsar mais de R$ 500 mil. Foi nesse avião de alto padrão que a seleção brasileira chegou nesta segunda-feira (28) à Europa sob conforto e tranquilidade para, em Londres, dar sequência à preparação para a Copa do Mundo da Rússia. 

Confira a tabela completa e o calendário de jogos
Simule os classificados e o mata-mata do Mundial
DOC: a Rússia Gay que não pode sair do armário

Os valores podem ser estimados por empresas de fretamento, como a que foi escolhida pela CBF para o voo Rio de Janeiro-Londres, com total conforto para todos os passageiros: com espaço para 261 assentos, a aeronave foi adaptada para cerca de 100 lugares, todos considerados de primeira classe. Assim, houve espaço de sobra para sofás e até plantas espalhados ao longo do avião. 

Durante o trajeto, Neymar assistiu a um campeonato de Counter Strike, Tite aproveitou o tempo para analisar vídeos, jogadores e comissão técnica puderam descansar na melhor posição possível...e para isso receberam até alguns mimos. 

Embora seja patrocinadora oficial da CBF, de Neymar e da seleção brasileira, a Gol não voa para Londres, e assim precisou ser substituída por uma companhia de fretamento de aeronaves. Mesmo assim, a empresa encontrou meios para se fazer presente e ganhar visibilidade no voo registrado por diversos atletas nas redes sociais. Neymar, Gabriel Jesus e companhia receberam máscaras de dormir, travesseiros e outros objetos personalizados. 

Já na pista do aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro, os jogadores receberam outro "mimo". A aeronave ganhou um batismo em homenagem a seu primeiro voo no aeroporto do Rio e também como incentivo à delegação. A crise que assola os brasileiros, por consequência da greve de caminhoneiros, também não foi problema, afinal o aeroporto carioca recebe o combustível por meio de dutos. 

Fabricada em 2000, na Europa, a aeronave pode atingir até 913 quilômetros por hora, suporta até 30 toneladas de bagagem e tem autonomia para voar até 12 mil quilômetros. 

O Brasil deixará Londres pela primeira vez no dia 1º, quando parte para Liverpool, onde enfrenta a Croácia no dia 3. A equipe volta à capital inglesa e treina por lá até o dia 8, quando viaja para Viena, palco do amistoso contra a Áustria, no dia 10. A estreia no Mundial da Rússia está marcada para o dia 17, contra a Suíça, em Rostov, às 15h (de Brasília).

Primeiro treino em Londres

Algumas horas depois de desembarcar na capital inglesa, a seleção fez seu primeiro treino no CT do Tottenham. Na movimentação técnico-tática, Tite promoveu o duelo entre o trio de ataque titular e a dupla de zaga que deve iniciar o próximo amistoso. Coutinho, Neymar e Gabriel Jesus enfrentaram em campo reduzido o time que tinha Miranda e Marquinhos na defesa.

Além disso, Fagner foi a campo ao mesmo tempo, mas para fazer um treino físico e dar mais um passo na transição para ficar totalmente à disposição de Tite. Douglas Costa, por  sua vez, está em um estágio menos avançado na recuperação de uma lesão muscular e fez um trabalho de fisioterapia no gramado.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está fechada

Não é possivel enviar comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Copa 2018

Topo