Copa 2018

Guardiola elogia De Bruyne e Hazard e revela desejo de comandar a Bélgica

Eddie Keogh/Reuters
Guardiola fala com De Bruyne durante jogo do Manchester City Imagem: Eddie Keogh/Reuters

Da EFE, em Bruxelas (Bélgica)

02/06/2018 16h51

Bruxelas, 2 jun (EFE).- O técnico do Manchester City, Josep Guardiola, afirmou neste sábado que jogadores com o talento de Kevin De Bruyne e Eden Hazard não precisam de tática: é só colocá-los em campo e deixá-los jogar.

Confira a tabela completa e o calendário de jogos
Simule os classificados e o mata-mata do Mundial
DOC: a Rússia Gay que não pode sair do armário

"É simples assim. São tão bons que estão prontos para tomar decisões", afirmou Guardiola, que está na Bélgica para participar de um torneio para crianças organizado por De Bruyne, treinado pelo espanhol no clube inglês.

Guardiola rasgou elogios a dois das principais referências da seleção da Bélgica, que enfrenta Portugal neste sábado, em partida de preparação para a Copa do Mundo.

"Eles têm um talento enorme e podem jogar juntos perfeitamente", analisou o técnico, que assistirá ao jogo no Estádio Rei Balduíno.

Perguntado sobre De Bruyne, um dos dois jogadores da Bélgica do City ao lado de Vicent Kompany, Guardiola disse ser uma "honra" trabalhar com o meia-atacante.

"É um menino muito agradável e certamente tem um talento enorme. É estupendo viver esse período da minha vida com ele", disse Guardiola, que elogiou também a seleção belga pelo grande nível dos jogadores convocados.

O técnico espanhol visitou a concentração da Bélgica na sexta-feira e cumprimentou o técnico da seleção, seu compatriota Roberto Martínez, e o ex-atacante francês Thierry Henry, que o acompanha os 'Diabos Vermelhos'. Guardiola desejou sorte aos belgas na Copa do Mundo, especialmente na estreia, contra o Panamá.

"A primeira partida é a mais importante", destacou.

Guardiola revelou que no futuro gostaria de comandar uma seleção e disputar o Mundial, mas ressaltou que isso não está nos seus planos imediatos.

"Gostaria de viver a experiência de um Mundial, mas não agora, só no futuro. Sou tão jovem", brincou o técnico do City.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está fechada

Não é possivel enviar comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Copa 2018

Topo