Topo

Copa 2018


Apoio internacional a Paolo Guerrero surpreendeu presidente da Fifa

Arnd Wiegmann/Reuters
Gianni Infantino diz ter recebido cartas torcedores e jogadores de diversas partes do mundo Imagem: Arnd Wiegmann/Reuters

Da EFE, em Zurique (Suíça)

04/06/2018 18h51

O presidente da Fifa, Gianni Infantino, reconheceu nesta segunda-feira que se surpreendeu com o apoio internacional recebido pelo atacante peruano Paolo Guerrero.

Confira a tabela completa e o calendário de jogos
Simule os classificados e o mata-mata do Mundial
DOC: a Rússia Gay que não pode sair do armário

O dirigente revelou que recebeu várias de cartas de apoio ao artilheiro, não só de torcedores peruanos, mas também de capitães de várias seleções, que acharam injusta a suspensão do jogador.

Em um encontro com a imprensa em Zurique, na Suíça, dias antes de partir para o Congresso da Fifa em Moscou, na véspera da abertura da Copa do Mundo, Infantino foi cauteloso ao falar sobre o caso de Guerrero, que disputará o torneio com uma medida cautelar.

"O sistema exige para proteger os direitos de todos. Recebemos a decisão do Tribunal Federal da Suíça e a respeitamos", disse Infantino.

Mais Copa 2018