Copa 2018

Jesus espanta sombra de Firmino e consolida artilharia na era Tite

Pedro Ivo Almeida

Do UOL, em Viena

10/06/2018 12h54

Gabriel Jesus respira um pouco mais aliviado na briga pela titularidade da seleção brasileira com Roberto Firmino. Depois de ver seu concorrente crescer de produção às vésperas da Copa do Mundo, o camisa 9 voltou a balançar as redes, reafirmou seu rótulo de artilheiro da Era Tite e ficou ainda mais perto de começar entre os 11 contra a Suíça, na estreia do Mundial, no dia 17.

Confira a tabela completa e o calendário de jogos
Simule os classificados e o mata-mata do Mundial
DOC: a Rússia Gay que não pode sair do armário

A revelação palmeirense marcou o gol da vitória por 3 a 0 contra a Áustria neste domingo (10), chegou à marca de 10 gols sob o comando do atual treinador e se consolidou como artilheiro. Ele supera, inclusive as estatísticas de Neymar, que balançou a rede dos adversários em nove ocasiões neste período. Na terceira colocação, vem Paulinho, com sete.

"Não só em questão a quem jogou na frente. Questão do time, do grupo é importante. Todos os jogos antes da Copa e todos os jogos são importantes. Hoje, mais uma vez, a equipe da Áustria muito bem postada, mas conseguimos jogar, envolver eles e fazer uma grande partida", disse o atleta em entrevista à TV Globo preferindo elogiar o grupo.

O tento vem um momento de pressão. Há uma semana, Jesus não foi tão bem no amistoso contra a Croácia e ainda viu seu concorrente brilhar. Roberto Firmino entrou no segundo tempo, foi ovacionado pela torcida em casa, no Anfield, e ainda marcou um golaço.

O desempenho foi o suficiente para Tite ser questionado sobre a titularidade de seu ataque. A torcida passou a discutir quem merecia mais a vaga para comandar o poder ofensivo brasileiro.

Na temporada no Campeonato Inglês, Firmino tem números melhores. São 28 gols marcados e 57 jogos disputados, em um total de 4257 minutos. Jesus tem 19 gols em 47 jogos, com pouco menos de 3 mil minutos em campo.

Tite, no entanto, sempre reforça quando questionado. Com a camisa da seleção brasileira, Jesus apareceu muito bem nos momentos mais importantes e é esse histórico que o coloca à frente na briga pela vaga.

O treinador também sempre repete, no entanto, que nunca viu uma seleção começar e terminar com os mesmos 11.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está fechada

Não é possivel enviar comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Copa 2018

Topo