Copa 2018

Falcão aponta a Bélgica como possível surpresa: "tem que tomar cuidado"

Ernesto Rodrigues/Folhapress/ESPORTE
Ex-jogador da seleção atuará como comentarista do Fox Sports na Copa Imagem: Ernesto Rodrigues/Folhapress/ESPORTE

Bruno Freitas

Do UOL, em São Paulo

13/06/2018 04h00

Segundo melhor jogador da Copa de 1982, Paulo Roberto Falcão vai estar envolvido com o torneio mais uma vez, neste ano na função de comentarista do Fox Sports. O ex-volante da seleção foi um dos últimos acréscimos ao time do canal fechado e já está com os palpites atualizados para o Mundial que começa nesta quinta-feira.

Brasil estreia às 15h deste domingo; veja a tabela
Simule os classificados e o mata-mata do Mundial
Super-heróis: Marcelo sofreu com 7 a 1 e ganhou peso

Em entrevista ao UOL, Falcão falou sobre os desafios de Tite à frente da seleção e listou seu grupo de favoritos ao título. Para o camisa 15 do Brasil em 1982, a Bélgica é a equipe que tem condições de mexer nas previsões mais tradicionais.

"A gente sempre fica em cima dos principais. Se você olhar, de 70 até hoje, os finalistas são sempre quase os mesmos. Brasil, Itália, Alemanha e Argentina estão na maioria das finais. Não foge muito disso. Mas tem outros times bem, como a França, a Inglaterra não está mal, a Espanha também", comentou Falcão. 

"A Bélgica é uma seleção que, na minha avaliação, tem que tomar cuidado. Eu apostaria na Bélgica, pela boa fase do (Kevin) De Bruyne e de outros jogadores. Tem que estar atento, eles podem surpreender. Para mim, é a (seleção) que tem grandes possibilidades, fora essas tradicionais", acrescentou o ex-técnico da seleção.

Copa não deve ter inovação tática

O novo comentarista do Fox Sports também afirmou estar monitorando as partidas de preparação das seleções antes da Copa. Falcão disse que dificilmente o torneio da Rússia vai apresentar alguma novidade tática.

"Isso me deixa curioso, mas eu não acredito. Pelo menos pelos jogos que eu tenho visto, todos jogam no 4-1-4-1 ou no 4-2-3-1, poucos no 5-3-2, alguns no 4-3-3 em certos momentos do jogo. Porque hoje você mexe uma peça e muda a organização campo. Basicamente é isso. Não acredito em uma grande revolução. Na verdade, a última inovação tática foi com a Holanda em 1974. Depois disso não aconteceu nenhuma novidade tática tão chamativa", disse.

Fernando Santos/Folhapress
Paulo Roberto Falcão foi técnico da seleção entre 1990 e 1991 Imagem: Fernando Santos/Folhapress

O ex-jogador e técnico da seleção também comentou a estratégia tática que Tite vem desenvolvendo para seu time.

"O Tite tem consegue fazer o que quiser com a qualidade dos jogadores que tem na mão. Notei uma mudança nesses últimos jogos de preparação. Na maioria das vezes a seleção joga no 4-1-4-1, com o Casemiro atrás, na frente uma linha com Willian, Renato Augusto, Paulinho e Neymar. Quando atacava, usava o 4-3-3. Sem o Renato Augusto, ele teve que mexer, num 4-2-3-1. Ele já tinha feito isso em alguns jogos, contra o Equador em Porto Alegre por exemplo, com o Coutinho jogando", afirmou.

Falcão na tela do Fox Sports

O Fox Sports anunciou nesta semana o retorno de Paulo Roberto Falcão. O ex-jogador será comentarista do canal na Copa do Mundo da Rússia. O antigo craque de Internacional e Roma será presença constante nas edições do "Central Fox", programa de notícias diárias da emissora.

"Vou fazer o jornal, com o Edu Elias e a Marina Ferrari. Me sinto muito bem na empresa, conheço a maioria dos profissionais lá. Vou fazer do Rio, às vezes de Porto Alegre. Sou muito bem tratado nessa empresa e me sinto bem à vontade", declarou.

Essa será a segunda Copa do Mundo em que Falcão trabalhará pelo Fox Sports. Em 2014, o ídolo era responsável por apresentar o "Boa Noite, Copa" e também trabalhava como comentarista durante as partidas.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está fechada

Não é possivel enviar comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Copa 2018

Topo