Brasil

Torcida se empolga, diz que o "campeão voltou" e é surpreendida pela Suíça

Danilo Lavieri, João Henrique Marques, Pedro Ivo Almeida e Ricardo Perrone

Do UOL, em Rostov-on-Don (RUS)

17/06/2018 17h35

A animação da torcida brasileira é referência mundial, mas a festa verde-amarela na Rússia ganhou uma dose extra de otimismo pelo hexa após o golaço de Philippe Coutinho que abriu o placar diante da Suíça na Arena Rostov, neste domingo (17). Os gritos de "o campeão voltou" acabaram abafados pelo gol de Zuber, no segundo tempo, que decretou o empate em 1 a 1 na estreia das duas seleções na Copa da Rússia.

Clique aqui para ver os gols de Brasil 1 x 1 Suíça

Simule os classificados e o mata-mata do Mundial
- Neymar S/A: a engrenagem por trás do maior jogador de futebol do Brasil
- De ídolo a homem de negócios, Ronaldo tem tudo a ver com a seleção atual

Fosse nas ruas da cidade russa ou nas arquibancadas, o cântico de "o campeão voltou!" ecoou forte desde a véspera da partida. Dentro de campo, a manifestação se impôs na mesma intensidade do Hino Nacional, tocado apenas parcialmente por conta do cerimonial de abertura da Fifa, mas cantado a capela no estádio, repetindo a postura da torcida na Copa de 2014.

Foi uma postura diferente do torcedor brasileiro em comparação há quatro anos, na Copa disputada em território nacional, em que o grito de guerra preferido era o "Sou brasileiro, com muito orgulho, com muito amor", também atingido pelo fiasco da seleção. Virou mais uma vítima dos 7 a 1 da Alemanha na semifinal.

Mas nem a confiança verde-amarela na seleção mais vencedora da história das Copas impediu a queda de produção da equipe treinada por Tite no segundo tempo, ainda que o gol suíço tenha saído após jogada irregular - Zuber empurrou Miranda na hora da cobrança de escanteio. O grito de apoio ficou preso na garganta e deu lugar à apreensão, fosse por uma chance desperdiçada ou por um contra-ataque perigoso do rival.

"Isso é Copa do Mundo, a gente sabia que os jogos seriam difíceis. Jogamos contra uma grande seleção. Infelizmente, não saímos com o resultado que a gente queria. Temos mais dois jogos, é focar no próximo", ponderou Coutinho após o duelo.

O Brasil voltará a campo na Copa na próxima sexta-feira (22), diante da Costa Rica, às 9h (de Brasília), em São Petersburgo, pela segunda rodada do Grupo E.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está fechada

Não é possivel enviar comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Brasil

Topo