Copa 2018

"Voluntarioso", mas "decepcionante", dizem jornais europeus sobre Neymar

reprodução/Marca
Jornal Marca, da Espanha, diz que atuação de Neymar foi "decepcionante" Imagem: reprodução/Marca

Do UOL, em São Paulo

17/06/2018 18h21

Os jornais europeus reconhecem que Neymar está tentando recuperar o ritmo de jogo perdido com a lesão no pé, mas não deixaram de pontuar que a atuação do craque no empate por 1 a 1 com a Suíça deixou a desejar.

Clique aqui para ver os gols de Brasil 1 x 1 Suíça

De ídolo a homem de negócios, Ronaldo tem tudo a ver com a seleção atual
O hexa vem dessa vez? O que os videntes preveem para o Brasil no Mundial?
Neymar S/A: a engrenagem por trás do maior jogador de futebol do Brasil

“Brasil empata com um Neymar apenas voluntarioso”, escreveu o Mundo Deportivo em sua manchete. Na avaliação do jornal, a seleção sofreu com a falta de ritmo do camisa 10. “Para que Gabriel Jesus e Willian funcionem, é preciso que Neymar esteja bem”, completou.

A publicação da Catalunha aproveitou o mesmo argumento para elogiar Philippe Coutinho, do Barcelona, que fez o único gol do Brasil na estreia. Mas foram justos ao dizer que Neymar não se escondeu: “recebeu mais faltas que o resto do time inteiro”.

O Marca, da Espanha, escreveu que Neymar foi “decepcionante” e que, sem ele, “o Brasil é muito menos favorito”. O diário destaca que este foi o primeiro jogo do atacante em Copas desde a lesão na coluna sofrida em 2014, contra a Colômbia.

“Foram quatro anos esperando para voltar a jogar a competição que é fetiche para a Canarinha, mas seu rendimento esteve muito abaixo do esperado. Tite avisou antes do jogo, mas Neymar decepcionou mesmo assim”, diz o texto.

reprodução
Mundo Deportivo, da Catalunha, diz que Neymar foi "voluntarioso" Imagem: reprodução

Apesar de se tratar de um jornal de Madri, o Marca também se derreteu em elogios a Coutinho. “Outro Coutinhaço serviu para estrear o Brasil no Mundial. Philippe voltou a demonstrar que tem um dos melhores chutes de média e longa distância do mundo”, exaltou.

Também sediado na capital espanhola, o As disse que a seleção brasileira esteve “órfã da liderança de Neymar”. Segundo esta avaliação, Willian e Coutinho “tiraram o Brasil de apuros onde faltava Neymar”.

Os jornais da França não criticaram Neymar abertamente, mas destacaram a atuação apagada da equipe de Tite. “Uma seleção amarela pálida”, diz o L’Equipe. O Le Parisien, por outro lado, relata que Neymar foi “muito ativo”, mas esteve “impotente”.

“Mas Neymar foi Neymar. Brigou pela bola e causou faltas. O ex-jogador do Barça também poderia ter sido decisivo se Paulinho, Thiago Silva, Coutinho ou Firmino tivessem aproveitado. Muito ativo, Neymar também assustou seus fãs quando mancou”, escreveu.

A maioria dos jornais do planeta entrou em acordo em um ponto específico: o novo penteado de Neymar não foi bem recebido. "O que você fez na sua cabeça, Ney?", questionou o diário Olé, da Argentina.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está fechada

Não é possivel enviar comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Copa 2018

Topo