Topo

Seleção Brasileira


Presidente da CBF usa jato da entidade para "bate-volta" até Rostov

Mauro Pimentel/AFP
Coronel Nunes durante tour de imprensa na Granja Comary em maio; presidente viaja de jatinho Imagem: Mauro Pimentel/AFP

Por Danilo Lavieri, Dassler Marques, João Henrique Marques , Pedro Ivo Almeida e Ricardo Perrone

Do UOL, em Rostov-on-Don e Sochi (Rússia)

18/06/2018 04h00

Pivô de uma crise entre CBF e Conmebol, o coronel Antônio Carlos Nunes optou por um bate e volta a Rostov, onde a seleção brasileira estreou no Mundial neste domingo contra a Suíça. Voando no jato da confederação, o presidente da entidade programou sua chegada para horas antes do jogo e o retorno para Moscou logo após a partida. Todos os deslocamentos dele no Mundial devem ser no conforto do avião da CBF.

Para ler esta notícia na íntegra, além de outras novidades dos bastidores da bola, acesse a coluna De Primeira.

Mais Seleção Brasileira