Argentina

Provável titular, meia do Boca diz: "Sempre sonhei em jogar com Messi"

REUTERS/Maxim Shemetov
Pavon ajuda Messi a levantar-se durante estreia da Argentina na Copa Imagem: REUTERS/Maxim Shemetov

Marcel Rizzo

Colaboração para o UOL em Bronnitsy (RUS)

18/06/2018 15h48

Elogiado por Messi quando fez sua estreia pela seleção da Argentina em novembro do ano passado, o meia Cristian Pavón deve ganhar uma vaga na equipe que enfrenta a Croácia pela segunda rodada do Grupo D da Copa do Mundo da Rússia.

Simule os classificados e o mata-mata do Mundial
Neymar S/A: a engrenagem por trás do maior jogador de futebol do Brasil
De ídolo a homem de negócios, Ronaldo tem tudo a ver com a seleção atual

Em coletiva de imprensa nesta segunda-feira, Pavón disse que jogar ao lado de Messi é um sonho de infância.

"Estou em um bom momento. Sempre sonhei em jogar ao lado de Messi, desde criança, e tomara que possa estar ao lado dele", afirmou o meia.

Outro que deve ser titular na partida da próxima quinta-feira (21) é o zagueiro Gabriel Mercado. Ele não confirmou a titularidade, mas disse que a Argentina está preparada para o jogo.

"Fizemos alguns trabalhos táticos hoje com variações diferentes, vou tentar dar o melhor, se jogar de lateral, ou de zagueiro central, vamos estar preparados para a partida", disse o zagueiro. "Não sabemos se seremos titulares, esperamos a definição do treinador", completou.

Depois de estrear com empate por 1 a 1 com a Islândia, a Argentina tentará a primeira vitória no Mundial contra a Croácia, que venceu a Nigéria por 2 a 0 e lidera o grupo.

“Sabemos que eles têm jogadores que ficam muito com a bola no meio de campo, por isso temos que ter essa calma para marcar e ficar com a bola", analisa Mercado.

O zagueiro ainda falou sobre a dificuldade de jogar a Copa do Mundo e citou a seleção brasileira, que também empatou na estreia.

"É um campeonato muito disputado, veja o Brasil, um dos favoritos, que empatou. Temos que seguir na mesma linha, acreditando, seguir na mesma linha do nosso treinador", disse Mercado.

Principal assunto no empate contra os islandeses, o pênalti perdido por Messi ainda repercute.

“Messi já bateu mil pênaltis, fez mil gols assim. Está bem. [Sampaoli] também está bem, com a vontade de fazer o melhor. Todos do corpo técnico estão fazendo o possível para que ganhemos o Mundial", afirma Mercado.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está fechada

Não é possivel enviar comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Argentina

Topo