Alemanha

Neuer admite cobranças, nega grupo rachado e vê "só finais" para Alemanha

Axel Schmidt/Reuters
Manuel Neuer chega à sala de entrevistas para falar sobre mau momento da Alemanha Imagem: Axel Schmidt/Reuters

Marcel Rizzo

Do UOL, em Vatutinki

19/06/2018 07h47

Ainda curando as cicatrizes da derrota por 1 a 0 para o México na estreia da Copa do Mundo da Rússia, o goleiro Manuel Neuer disse nesta terça-feira (19), em entrevista na concentração da seleção alemã, que houve cobranças internas após o resultado negativo. Porém, o capitão negou que exista divisão no grupo, conforme publicado pela imprensa do país, e pediu concentração máxima para as próximas partidas do país na competição.

Simule os classificados e o mata-mata do Mundial
- Neymar S/A: a engrenagem por trás do maior jogador de futebol do Brasil
- De ídolo a homem de negócios, Ronaldo tem tudo a ver com a seleção atual

“Só temos finais a partir de agora, e nós jogadores sabemos disso", disse Neuer, lembrando que uma derrota para a Suécia no próximo sábado pode até significar uma eliminação precoce no Mundial. "Tivemos uma reunião, foram feitas cobranças. Somos os mais interessados em melhorar a situação, em jogar melhor do que contra o México".

"Não há divisão no elenco, não somos um elenco dividido. Aqueles que jogaram a Copa das Confederações estão integrados com os jogadores mais experientes", completou.

A alegada divisão de elenco citada pelo goleiro tem origem na mudança do perfil da seleção alemã ao longo dos últimos quatro anos. Na Copa das Confederações o técnico Joachim Löw só convocou três campeões do mundo em 2014 (Mustafi, Draxler e Ginter). Agora, dos 23 na Rússia, 13 estiveram no torneio preparatório de 2017, se juntando a medalhões como Neuer e Müller.

Para o goleiro alemão, a derrota para o México pode unir mais o grupo. "A comunicação entre nosso time nunca foi tão boa, nunca conversamos tanto como depois da derrota para o México. É algo que vejo como positivo", disse.

"A responsabilidade é de todo o elenco, temos jogadores experientes, que jogam em grandes ligas, grandes campeonatos. Todos os jogadores experientes têm sua responsabilidade. Conversamos sobre isso no café da manhã, no almoço, para mudar a situação", completou.

A própria presença de Neuer na entrevista coletiva é um termômetro do momento delicado da Alemanha na Copa do Mundo da Rússia. Na última segunda-feira, a seleção cancelou as atividades à imprensa que estavam previstas anteriormente.

Nesta terça-feira, o clima não era diferente. A entrevista com Neuer atrasou 1h30 porque os jogadores estavam reunidos discutindo a situação do time, “lavando roupa suja” no jargão do futebol.

Neste clima de cobrança, Neuer tentou explicar o que a Alemanha não pode repetir do visto na derrota para o México. "O que mostramos contra o México não foi o que podemos jogar. Sabíamos que era um jogo que deveríamos ganhar. Vimos no treino de segunda-feira que todos os jogadores não estavam satisfeitos", avaliou.

"Faltou confiança para todos nós contra o México. Não sei por que isso aconteceu, mas foi nossa culpa, aceitamos e não vai se repetir. É libertador poder falar e discutir o que podemos fazer de melhor", completou.

A Alemanha volta a campo no sábado (23) para enfrentar a Suécia, às 15h (de Brasília). Ainda na primeira fase, a seleção encara a Coreia do Sul (27 de junho). Uma derrota ou até mesmo um empate contra os suecos complicam demais a situação alemã dentro do grupo.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está fechada

Não é possivel enviar comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Alemanha

Topo