Copa 2018

Poloneses dizem que time "não se controlou"; senegaleses falam em salvação

Catherine Ivill/Getty Images
Mbaye Niang comemora com companheiros do Senegal após marcar sobre a Polônia Imagem: Catherine Ivill/Getty Images

Do UOL, em São Paulo (SP)

19/06/2018 17h43

Foram reações distintas de poloneses e senegaleses depois da vitória por 2 a 1 do time africano, em duelo válido pela primeira rodada do grupo H da Copa do Mundo e disputado nesta terça-feira. A imprensa do país europeu reclamou da postura da equipe de Lewandowski, enquanto os veículos do Senegal trataram o resultado como algo histórico para o continente africano.

Simule os classificados e o mata-mata do Mundial
Com gol contra de brasileiro, Senegal vence a Polônia em estreia
Assista aos gols de Polônia 1 x 2 Senegal

O site Dakarmidi.net escreve que a seleção do Senegal foi responsável por “salvar a África” nesta rodada de abertura da Copa do Mundo. A equipe comandada por Aliou Cissé terminou como o único time do continente a somar três pontos ao fim dos primeiros jogos dos oito grupos.

“Senegal se saiu bem contra um time polonês organizado durante o jogo. A equipe lutou bravamente (...) e salvou todo um continente. A aventura continua”, escreveu a publicação senegalesa.

A alegria de um é a decepção de outro. O portal polonês Przeglad Sportowy viu uma equipe nervosa e relembrou o retrospecto ruim da seleção em estreias nos últimos mundiais.

“A tradição se cumpriu: apenas em 1974, o branco e vermelho conseguiu vencer uma primeira partida de Copa do Mundo. O fracasso contra Senegal é o terceiro consecutivo no século XXI. (...) A estreia, pressão e expectativas superaram os jogadores poloneses, que não conseguiram controlar os seus nervos e cometeram os erros mais simples”, destacou.

A derrota para os senegaleses coloca em xeque o favoritismo polonês na chave. A equipe de Lewandowski precisa vencer a Colômbia, dia 24, às 15h (de Brasília), em Kazan, para seguir com boas chances de classificação às oitavas.

Já Senegal faz duelo de líderes contra o Japão na mesma data, em Ecaterimburgo, a partir das 12h (de Brasília). Uma vitória aproxima os africanos da fase de mata-mata pela segunda vez na história – em 2002, ainda como um estreante, o time caiu apenas nas quartas de final para a Turquia.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está fechada

Não é possivel enviar comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Copa 2018

Topo