Brasil

"Rei dos supermercados", holandês milionário apitará Brasil x Costa Rica

Jorge Guerrero/AFP
Bjorn Kuipers durante Uruguai x Egito na primeira rodada da Copa Imagem: Jorge Guerrero/AFP

Do UOL, em São Paulo

20/06/2018 07h28Atualizada em 20/06/2018 10h05

A Fifa anunciou nesta quarta-feira (20) que o árbitro holandês Bjorn Kuipers, conhecido por ser sócio de uma rede de supermercados em seu país e bem-sucedido fora de campo, apitará o jogo do Brasil contra a Costa Rica na sexta (22), às 9h (horário de Brasília), pela segunda rodada do grupo E, em São Petersburgo. Ele terá os compatriotas Sander van Roekel e Erwin Zeinstra como assistentes.

Simule os classificados e o mata-mata do Mundial
- Neymar S/A: a engrenagem por trás do maior jogador de futebol do Brasil
- De ídolo a homem de negócios, Ronaldo tem tudo a ver com a seleção atual

Kuipers é sócio de uma rede de supermercados na Holanda e ainda é dono de um salão de beleza em sua cidade natal, Oldenzaal. Por conta de tudo isso, a fortuna de Kuipers foi estipulada em 9 milhões de euros (R$ 39 milhões na cotação atual) no ano passado.

O árbitro também é conhecido dos brasileiros por dois jogos em especial. Em 2013, o holandês apitou a final da Copa das Confederações contra a Espanha, vencida pelo Brasil e sem polêmicas de arbitragem.

Três anos antes, Kuipers apitou Internacional x Mazembe, jogo que ficou conhecido por ser a primeira derrota brasileira em uma semifinal do Mundial de Clubes.      

Nesta Copa, o holandês apitou a vitória uruguaia contra o Egito por 1 a 0 na primeira rodada do Grupo A e teve uma atuação discreta, com apenas um cartão amarelo apresentado para o egípcio Hegazy. Na última edição, em Brasil-2014, ele apitou três jogos: Inglaterra x Itália, Suíça x França e Colômbia x Uruguai,

Entre outros jogos importantes, ele apitou ainda a final da Liga dos Campeões de 2013/2014 entre Real Madrid e Atlético de Madri, vencida pelo Real na prorrogação.

A paixão pela arbitragem já é antiga na família de Kuipers. Afinal, o pai dele foi juiz em torneios de menor expressão na Holanda. Fora do futebol, o holandês se graduou em Administração pela Radboud University Nijmegen e vem tendo sucesso como administrador de empresas.

Vice-líder da chave, a equipe brasileira precisa de uma vitória contra os costarriquenhos para se recuperar na Copa do Mundo, após o empate por 1 a 1 na estreia, no domingo (17), contra a Suíça.

A escolha dos juízes chama a atenção da seleção verde e amarelo, depois de polêmica no primeiro jogo no Mundial. O gol dos suíços saiu após uma suposta infração no zagueiro Miranda, durante uma cobrança de escanteio, e Gabriel Jesus teria sofrido um pênalti que não foi sinalizado.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está fechada

Não é possivel enviar comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Brasil

Topo